E voltamos! Olá para vocês que leram a parte 1 e estavam esperando a finalização da história nessa parte 2 do The Notes! Olá também para você que chegou agora 🙂 Não leu a parte 1? Clica na matéria abaixo para ler e volta aqui correndo para saber o desfecho do livro. Se você se sente confiante em continuar, bom… quem sou eu para te impedir, não é?

Eu não disse que iria voltar mais rápido que um bater de asas de uma borboleta? Eu sei que eu menti, mas até que eu voltei rapidinho, não? Tudo bem, demorei alguns dias… MAS agora eu estou aqui e é isso que importa! Como eu disse, eu irei disponibilizar no final da matéria o PDF do livro traduzido em português para vocês! Então leiam até o final hein!! Com todo o monólogo já dito, vamos para a história dos meninos do BTS.

RETIRADA do álbum Love Yourself 結 ‘Answer

Como havia dito no final da nossa parte 1 do The Notes, “o Taehyung do nada fica super sensível e não dá para entender muito bem o motivo. Talvez seja porque ele ouve uma ligação do Namjoon falando de seu irmão mais novo e tenha achado que era sobre si que o Namjoon estava falando, ou o fato do Taehyung já achar que Seokjin estava escondendo alguma coisa. Mas na real não dá para saber com exatidão o que de fato está ocorrendo. Pelo menos não por agora. Talvez no The Notes 2 tenhamos mais respostas, mas por enquanto, trataremos de continuar com o The Notes 1.

Eles tinham resolvido ir para a praia comemorar que todos eles estavam juntos outra vez, e Seokjin nesse momento decidiu que iria confessar o que tinha feito. No caso, as suas viagens no tempo. Ele também completou, dizendo que deveria ter dito há muito tempo, quando eles ainda estavam no Ensino Médio.

CURIOSIDADE: Nesse momento, é quando o Taehyung, junto com os outros meninos, começa a observar o Jin em cima do observatório que estava em construção na praia. No livro, ele diz uma frase que praticamente confirma que ele tem sonhos ou vê o futuro e, por isso, suspeita de Seokjin:

Eu virei a minha cabeça para ver Seokjin escalando o observatório. No topo, ele virou seu corpo para nós. Ele parecia estar tentando nos fotografar. Os outros acenaram para ele, mas eu não conseguia. Parecia com um dos últimos sonhos que havia tido. A única diferença era que Seokjin estava lá em cima, e não eu.

22 de Maio, Ano 22. Taehyung

Quando o Jin disse que iria contar, entretanto, Taehyung o interrompeu dizendo: “Contar o que? Quando você nos dedurou ao diretor ou quando Yoongi foi expulso da escola por causa disso?”. Eita que o menino foi sincero! Com isso, todos os meninos ficaram completamente sem jeito, incluindo Seokjin; porém, Taehyung não parou por aí: “Seokjin, isso é tudo? Você não está escondendo algo de nós?”. Então, Namjoon tenta acalmar Taehyung, mas ele não para e finalmente solta a sua última frase que me destruiu quando li: “Qual é a comoção de estarmos juntos? O que somos um para o outro? Estamos todos sozinhos no final mesmo!”. Minha vontade era de entrar e tacar o álbum de You Never Walk Alone na cara dele, tamanho o meu surto, mas apenas continuei lendo, né galera.

Por conta das palavras de Taehyung, Seokjin deu um soco em seu rosto. O que eu disse na minha teoria de Blood, Sweat and Tears?! Pois é! Eu avisei, vocês que não me deram atenção! Eles começam a brigar e na versão japonesa do MV aparece essa briga, mas em outro lugar. Por isso que disse lá na minha análise e repito: realidades paralelas. Às vezes, as coisas podem se repetir, mas não da mesma maneira.

A partir desse momento, parece que o tempo meio que “reseta“, pois voltamos para a praia onde Taehyung e os meninos estão vendo Seokjin no observatório. Seokjin sobe no observatório, mas dessa vez Taehyung o segue para cima da construção. Porém, Seokjin desce do lugar antes que Taehyung possa dizer qualquer coisa, e vai embora em seu carro, deixando os meninos para trás na praia.

Naquela mesma noite, Jungkook foi atingido por um carro. No livro, eu tive a sensação que foi Seokjin quem o atropelou, mas não fica claro o que de fato ocorreu, pois o acidente é narrado na visão do Jungkook. Assim como Taehyung, Jungkook também estava suspeitando de Seokjin saber de algo e não querer contar para os meninos, especialmente depois dele descer do observatório, ir embora e os deixar na praia.

Enquanto Jungkook perdia sua consciência devido ao atropelamento, ele apenas diz ter escutado uma voz que sussurrou: “Será mais doloroso viver do que morrer. Você ainda quer viver?”

Depois desse dia fatídico, os meninos se afastaram novamente. É neste momento que vamos ver todos os Highlight Reels fazendo sentido!

Ano 22- A Direção de Onde o Sol Nasce

Hoseok estava trabalhando na lanchonete que ficava em frente a escola de Jungkook, quando alguns colegas de sua classe entraram comentando que o garoto havia faltado inúmeras aulas e não dava notícias. Hoseok então pergunta para os meninos sobre isso e eles contam que Jungkook havia sofrido um acidente. Ele resolve mandar uma mensagem no antigo grupo deles falando sobre Jungkook; Então, Hoseok e Jimin decidem o visitar no hospital.

Jungkook ficou inconsciente por 10 dias, e Jimin e Hoseok se sentiram péssimos por não terem ido o visitar antes e também ficaram decepcionados com Jungkook por não ter contado para eles, após recobrar seus sentidos. Taehyung foi correndo para o hospital assim que soube, mas quando chegou perto do quarto de Jungkook escutou Namjoon e Seokjin conversando com o mais novo, por isso, Taehyung não teve coragem de entrar no quarto. Por conta disso, preferiu ligar para Hoseok perguntando como Jungkook estava, e também conversou brevemente com Jungkook.

Durante sua estadia no hospital, Jungkook conhece uma garota que lhe ajuda a se manter positivo sobre sua recuperação, formando uma amizade.

Vocês devem estar se perguntando onde está o Yoongi, não é? Ele voltou a fazer música e agora uma garota o ajuda com isso. Ele descreve a garota que o ajudou como uma pessoa direta e franca, e que ela entrava e saía da sua sala de trabalho sempre que sentia vontade. Eles faziam os arranjos de música um do outro e se ajudavam nas melodias, ela tocando violão enquanto ele o piano. Yoongi também diz que, mesmo que se desentendessem, ela era muito boa no que fazia. Então, muitas das vezes ele não conseguia dizer nada de volta para ela, apenas se esforçava mais e mais no seu próprio trabalho.

Por isso, ele perdia a noção do tempo e não via chamadas ou sequer mensagens que ele recebia em seu celular. Até que ele finalmente carregou o aparelho, e assim que “voltou à vida”, Ele recebe uma ligação de Jimin. Este então, conta para Yoongi o que havia acontecido com Jungkook depois que eles saíram da praia e que agora ele está internado em um hospital.

Com isso, Yoongi ficou completamente abalado e surtou. Assim como Taehyung, ele chega a ir ao hospital mas não consegue entrar no local. Ele começa a se sentir completamente culpado pelo acidente, pensando que se ele tivesse ido com Jungkook naquele dia, talvez nada daquilo teria acontecido.

A garota dava shows de graça em escolas e hospitais, e ela havia convidado Yoongi para participar de um. Ela meio que quase obrigou ele a ir, para ser sincera (risos). Mas, mesmo assim ele acabou não indo. O hospital que ela estava se apresentando, dessa vez era o hospital de Jungkook.

Jungkook e sua nova amiga estavam sentados, enquanto ele desenhava e ouvia música com fones de ouvido em um banco no pátio do hospital, até que a menina viu a performance e chamou Jungkook. Ele, então, reconheceu a melodia que estava sendo tocada, pois era a mesma música que Yoongi costumava tocar no Ensino Médio. Junto de sua nova amiga, foram até a apresentação, até que ele chegou mais perto e reparou nas iniciais que estavam escritas no isqueiro pendurado no violão da garota que se apresentava. Naquele momento ele sabia que tudo aquilo tinha a ver com Yoongi.

Taehyung agora está sozinho. Um dia ele vai até uma loja de conveniência e pega uma garota tentando roubar um dos produtos da loja. Ele não deixa ela roubar. Depois desse incidente, eles se esbarraram mais algumas vezes, sempre perto da tal loja de conveniência e acabam virando amigos. Durante um mês praticamente, tinham costume de fazer grafitis em uma estação de ônibus. E essa estação era a mesma que Namjoon usava para se locomover! Há até um momento do livro que Namjoon diz reconhecer um dos desenhos, especialmente um que está escrito algo que Taehyung sempre dizia para não o preocupar quando faziam muitas perguntas, que era “I’m Fine”, estou bem. Mas mesmo assim, ele apenas continua seu caminho no dia a dia, achando ser apenas uma coincidência.

Porém, um belo dia – para não dizer péssimo – eles estavam fazendo mais grafiti na tal estação de ônibus, mas os policiais perceberam e foram atrás deles. Os dois fugiram, mas chegaram em um beco sem saída. Com isso, Taehyung se entrega aos policiais a fim de que sua amiga não seja pega, e quando ele foi solto nunca mais a encontrou novamente.

Jimin, depois de fugir do hospital e voltar da praia, não sabe para onde ir. Então, Hoseok o chama para morar consigo. Eles passaram bastante tempo juntos e nesse período, Hoseok começa a lecionar aulas de dança que se chamam Just Dance. Pois é, se eu dei um mini surto? Imagina, é só sua imaginação! Porém, chegou o momento que Jimin decide voltar para casa. Sua mãe e seu pai estavam praticamente indiferentes com o fato dele voltar ou não ao hospital, pois segundo eles o filho não tinha mais jeito. Sua mãe diz que queria que ele entrasse em uma academia para estudar e paralelamente a isso, Jimin se interessava por dança, decidindo entrar nas aulas de Hoseok.

Durante uma aula, uma amiga de Hoseok e ele colidem. Jimin admirava muito ela e Hoseok, pois segundo ele, os dois eram excelente dançarinos e ele queria ficar tão bom quanto. A garota se machuca, mas ao invés dele reagir para ajudar a menina, assim que viu o sangue ele entrou em pânico devido as memórias do Flower Arboretorium, correndo para outra direção com o objetivo de lavar o sangue. Enquanto isso, Hoseok chega logo em seguida e coloca a garota em suas suas costas, às pressas para o hospital. Quando Jimin finalmente se toca do que de fato aconteceu, ele corre atrás da garota e de Hoseok com um guarda-chuva para ajudar, mas no final ele se enche de pensamentos negativos e incertos e apenas desiste, com o pensamento de que só iria complicar mais as coisas.

Enquanto corria com a garota na chuva, Hoseok acaba machucando seu tornozelo. Quando chegam ao hospital, o médico disse que a garota havia tido uma pequena contusão, mas nada grave. Hoseok, então, acaba descobrindo uma passagem para os Estados Unidos na mochila da garota, se dando conta que ela tinha passado em um teste de dança para estudar fora do país. Ela ficou consciente no mesmo dia e já estava pronta para ir embora do hospital, então Hoseok a acompanha até a saída. No momento o qual a menina ia contar sobre a viagem e que tinha passado na audição, Hoseok se esquiva do assunto, dando a desculpa de que iria pegar um guarda-chuva.

Lembram do Namjoon e a estação de ônibus? Vamos lá: Namjoon acaba ficando interessado em uma menina que ele vê todo dia já faz um mês. Ela pegava o mesmo ônibus que ele para ir na mesma biblioteca que ele frequentava para estudar, antes de ir pro seu trabalho de meio período à noite. Ele nunca teve coragem de falar com ela, mas ele fica um tanto pensativo pois ele vê algumas coisas de sua própria vida, refletidas na mulher, o fazendo se questionar do que ela possa estar passando e pensando. Um dia, ele compra um elástico de cabelo para ela e o coloca em cima de sua mochila enquanto ela estava dormindo no ônibus. Com isso, ele dá um adeus unilateral e silencioso a ela.

Imagem retirada do Highlight Reel

É no dia que ele se despede da mulher que ele se depara com o tal grafiti de Taehyung!

E, aparentemente, o dia que Namjoon repara no grafiti de Taehyung é logo seguinte ao dia que ele foi pego pelos policiais.

Depois de todos esses eventos, os meninos começam a rever tudo o que eles passaram e meio que decidem tentar melhorar. Taehyung decide proteger sua família; Hoseok decidiu deixar a cidade enquanto seu tornozelo estava ruim, mas durante esse tempo ele ajudou um grupo de performance e chegou até a fazer uma tour com eles. O grupo perguntou se ele não queria se juntar a eles, mas Hoseok disse que precisava voltar para casa. Quando ele volta, ele parabeniza a amiga dele que está prestes a ir embora pros Estados Unidos.

Jimin continuou dançando e ele praticava toda noite sozinho, ele queria melhorar e provar para si mesmo que ele era capaz disso. Yoongi acabou perdendo contato com a garota do violão, mas ele decidiu que não iria mais correr de seus problemas e muito menos fugir da música novamente. Jungkook ainda estava bastante confuso devido ao dia do acidente. Ele continuava tentando entender o que havia acontecido naquele dia, sua amiga do hospital não foi mais vista por ele e não fica muito claro o que aconteceu com ela. Pelo Highlight Reel, eu assumo que, ou ela tenha falecido, ou tenha recebido alta, ou tenha mudado a ala que ela ficava no hospital. Nem Jungkook sabe. Namjoon, por sua vez, começa a repensar os seus dias no Ensino Médio e decide que a partir de agora ele irá tentar realizar tudo aquilo que ele sempre quis e não desistir tão facilmente.

Depois de voltar para casa, Hoseok “revive” o grupo de chat dos meninos e eles organizam de se encontrarem no dia 30 de Agosto para ver os fogos de artificio. Porém, antes desse dia, os meninos se encontraram no dia 3 de Agosto do ano 22 no seu antigo esconderijo. Enquanto eles estavam no lugar, rolou a narração mais doida da face da terra por parte do Seokjin:

Memórias. O que Taehyung chama de memórias são histórias que não significam nada para mim. Que eu fiz certas coisas – que coisas aconteceram comigo – que tínhamos feito coisas juntos – esse tipo de histórias. Pode ser que essas coisas fossem verdade. Parecia que elas eram. Mas lembrar não é o mesmo que compreender ou aceitar. Experiências não são coisas que você pode simplesmente ouvir e descobrir. São coisas que devem estar enraizadas em seu coração, cabeça e espírito.

Seokjin, 3 de Agosto, Ano 22.

Não parece muito que ele perdeu parte das memórias dele? Confesso que fiquei totalmente perdida quando estava lendo e pensando: E lá vamos nós! Com isso os dois do nada começaram a brigar e sem querer acabaram derrubando uma parede falsa que tinha na tal sala. Do outro lado da parede que acabara de cair, tinha um armário que estava trancado por correntes. Eles abriram e acharam um caderno. Esse caderno nada mais era do que o diário do pai do Seokjin. *Música dramática tocando de fundo* O pai do Seokjin estudava na mesma escola, e há uma passagem onde Seokjin diz no livro ter visto uma frase escrita na sala: “E tudo começou aqui.”. Será que seu pai também conhecia aquela sala? Será que ele também tinha a habilidade de voltar no tempo?

Imagem retirada do VCR da Red Bullet Tour de 2014

Mas espera aí…. Acharam que eu ia esquecer de contar o que houve com o Seokjin antes do dia 3 e depois dele? Acharam errado. Em Julho do ano 22, Seokjin vê que uma menina derruba um caderno no chão. Seokjin pega o caderno com o intuito de entregar à menina, mas esta nem repara que o caderno caiu e sai correndo para o destino que ela estava se dirigindo. Aquele caderno, na verdade, era onde ela escrevia uma lista de todas as coisas que ela gostaria de fazer. Seokjin então acaba se reencontrando com ela e realiza todas as coisas que ela diz no caderno. Todavia, ele não diz para ela que ele tem o seu caderno. Danadinho esse Seokjin, né?

Uma das coisas que estava na lista dela é a tão falada, enigmática, aclamada e misteriosa flor Smeraldo! A que roda vira mexe volta para nos atormentar… Eles marcaram de se encontrar, e Seokjin achou uma loja que tinha as flores e as encomendou. Mas a loja não teria como entregar cedo e só poderia entregar no dia 30 de Agosto. No mesmo dia que os meninos marcaram?! Exatamente! Seokjin estava pensando em confessar que gostava dela entregando as flores enquanto os fogos de artificio estouravam no céu, mas é óbvio que não deu certo, porque nada parece dar certo de primeira no Bangtan Universe, galera! Aprendam isso!!

O Seokjin foi ao local de encontro e conseguiu pegar o buquê de flores Smeraldo. Até aí tudo dentro dos conformes. Só que ele reparou que não tinha o cartão dentro do buquê e com isso ele ligou para o caminhão de flores e eles disseram que iriam retornar para entregar a ele. O dono disse que faria um retorno naquele exato momento, pois o sinal tinha mudado. Pois é, EXATO MOMENTO! Antes que o homem pudesse falar mais alguma coisa, a menina apareceu – sem olhar pros dois lados, né minha filha? – e foi em direção a Seokjin. E então BAM! Ela foi atropelada pelo caminhão. E diferente de Jungkook, a menina não parecia estar mais entre nós.

Cena retirada do Highligh Reel

E agora vai mais uma teoria minha e que também fica subentendido no livro: Seokjin volta no tempo de novo! Pois é, o menino não cansa. E eu acredito que ele tenha voltado pro início do dia 30 de Agosto e não tenha ido encontrar a menina, evitando assim que ela sofresse um acidente. Ele também acaba depois devolvendo o diário para ela e confessando que ele leu a sua lista de desejos se desculpando por isso. Junto disso, ele também teve uma epifaniapegaram a referência? – de que na verdade ele estava se tornando alguém que ele não era. E mesmo que a garota também dissesse que gostava dele, ela estaria gostando de alguém que na verdade não era ele e sim uma projeção do que ele criou, para realizar as vontades dela. A menina aceita o caderno de volta sem fazer mais perguntas e, depois desse episódio, por algum motivo Seokjin começou a procurar pelo Map Of The Soul. Enfim, o medo.

Só que nas duas últimas páginas do livro temos uma narração completamente perturbadora de Taehyung, onde ele diz o seguinte nos dois últimos parágrafos do livro:

Um, dois, três, quatro. O quarto contêiner era o de Namjoon. A porta havia caído. Havia manchas de sangue. Chamas surgiram lá dentro. Namjoon estava deitado lá. Alguém deixou escapar: “Ele está morto.” Eu abri meus olhos para encontrar o teto da minha casa.

Taehyung, 11 de Abril, ano 22

E esse dia aí? Voltamos tudo de novo gente socorro!


Pois bem pessoal, finalmente chegamos ao fim do livro 1 do The Notes! Espero que vocês tenham gostado da história e estejam intrigados para ler o livro 2! Aqui está o PDF do livro como prometido [ The Notes 1 ]. Jamais Vu e obrigada por lerem até aqui! 🙂