K4US » K-DRAMAS – SOBRE VIAGEM NO TEMPO!

21
06
19

Olá Kaóticos!!!

Convidamos uma amiga kaótica para escrever review sobre algum drama que ela tenha visto recentemente, e a maravilinda da Kaari nos proporcionou um TOP 3 dramas sobre viagem no tempo!! Nós simplesmente amamos demais!

Nos acompanhem, literalmente, nas postagens e nesses reviews maravilhosos!


Pensei que o tema “viagem no tempo” estava na moda na Coréia, já que assisti uma maratona de três dramas voltados para esse assunto. Por que estão fazendo tantos doramas sobre viagem no tempo? Acontece que eles me deram um tapa na cara, e quebraram minhas expectativas de serem biscoitos do mesmo pacote.

Não sou capaz de eleger numa ordem do melhor para o pior, então vou contar na sequência que assisti.

 

1 – Go Back Couple

A emissora KBS lançou em 2017 o drama “Go back couple”, estrelando Jang Na Ra e Son Ho Jun como o casal protagonista. Eu nunca tinha assistido nadinha com esses dois, então já comecei com um pezinho atrás.

Em resumo, Ma Jin Joo (Jang Na Ra) e Choi Ban Do (Son Ho Jun) são casados, e por volta dos 38 anos de idade se vêem infelizes com o casamento. Choi Ban Do se sente sobrecarregado com as responsabilidades de ser o provedor da família, enquanto Ma Jin Joo teve sua autoestima quebrada e tornou-se uma mãe infeliz consigo mesma. Eles tentam se resolver com o divórcio, mas o universo os leva de volta para o passado, justamente para a época em que se conheceram.

Achei que seria um drama de comédia, em que o casal apenas iria descobrir que se amavam e pronto, viveriam felizes para sempre. Mas é aí que o roteiro te solta dois beijos e acaba com você. Primeiro já começa quebrando o pensamento do casamento feliz, aquele final de contos de fadas. E segundo, o roteiro é daqueles nada previsíveis, que brinca de forma inteligente, embora o enredo pareça tão simples.

O casal volta para os anos 90, quando os dois tinham 20 anos e estavam na faculdade, e eu confesso que esse foi um dos motivos de eu ter assistido. A produção caprichou no cenário e figurino, e eu gostei bastante.

Choi Ban Do era um personagem questionável no início. Eu espremia meus olhos com as atitudes dele. Mas ao longo dos episódios as coisas foram mudando, e o drama dá uma reviravolta, onde senti vontade de guardar Ban Do num potinho e cuidar dele, quem sabe até casar com ele, brincadeirinha (mentira, ele é um lindo!).

Eu senti empatia pela Ma Jin Joo muito rápido. Ela era uma garota decidida, que tinha um coração grande. Parece que a personagem tinha um carma, porque ela sempre tinha algo pesado para carregar em seu coração, e muitas vezes me vi debulhada em lágrimas, sentindo tudinho com ela de tão intenso que era.

Eles viveram a oportunidade de ficarem com pessoas diferentes, as que acreditavam que os fariam felizes. Mas quem merece uma salva de palmas é o pretendente da Jin Joo! Jung Nam Gil (Chang Ki Yong), o veterano da protagonista, é um personagem fofo, que queria o coração da Jin Joo, mas conseguiu o meu também.

Não podemos esquecer do restante do elenco, que foi maravilhoso! Gente, eu amo quando os personagens secundários são cativantes, e amo mais ainda quando tem aquele segundo romance. Ma Jin Joo e Choi Ban Do tinham amigos na faculdade, que representaram a galera que forneceu a maioria das cenas divertidas. Eu poderia escrever muito falando sobre todos eles, mas vai ser muito melhor ter aquele primeiro contato e amá-los à primeira vista.

 

O casal secundário é daqueles que você shippa até o fim. Bo Reum e Jae Woo, embora participem de cenas descontraídas e com um romance leve e engraçado, representam muito bem um casal que quebra o estereótipo. Eu simplesmente amei aqueles dois.

E sem contar nas cenas de família. Muitas vezes queremos apenas cenas do casal e bocejamos quando aparecem os pais, não é? Mas aqui não foi assim. Tudo fez parte de um conjunto harmônico e delicioso de acompanhar. Houve um foco maior na família da Jin Joo, e muito rápido você vai descobrir o porquê.

Eu gosto muito quando o roteiro costura muito bem todos os pontos, e te dá o suficiente de cada personagem. Os acontecimentos não foram clichês, e nenhum episódio foi um “tapa buraco” só para dar capítulos. Na verdade, eu queria mais do que 12 episódios. Sofri, e amei muito.

O romance não deixa a desejar. A cada episódio eu torcia por eles, e os entendia, surpresa pela minha sensibilidade ou pelo roteiro inteligente. Não é aquele drama que foca em contato físico, mas eu garanto que não sentirá falta. Existe um drama muito bem elaborado, que ora dá altas gargalhadas com você, ora te dá um lencinho para enxugar as lágrimas.

O drama te dá uma série de lições, que eu considero importante. Vai além do entendimento deles como casal. O roteiro te puxa para seu lado humano, e te força a olhar diferente para aqueles que moram com você, sua família, seus amigos, seus colegas, e você mesmo, é claro. Nós insistimos constantemente naquele questionamento de “e se eu tivesse feito isso em vez disso, como seria minha vida?”. Acontece que entre todas essas dúvidas, há momentos que nos fazem importantes e não devem ser descartados, mesmo que se possa voltar no passado e “consertar” tudo. Então quando vier esse pensamento na cabeça, tente lembrar daquilo que você sentiria falta se não existisse mais.


Acompanhe as próximas postagens dessa série de dramas sobre viagem no tempo!!

Texto por Kaari|@Apenas_Kaari no Wattpad

 

 

compartilhe este post:
K4US
Postado por
K4US
K4US - Korea For Us. Um portal de opinião e entretenimento, alimentado por um time pesado de kpoppers e dorameirxs, dispostxs a falarem abertamente sobre vários aspectos da cultura coreana.
Arquivado em: Dorama, Opinião, Review