07
10
17

Teorias e mais teorias. Quem não sabe que a Bighit sempre nos assusta com suas referências, não é mesmo? Sempre interligando todas as histórias e todos os conceitos, nos fazendo quebrar a cabeça pra tentar desvendar o que tal cena significou… E o que dizer dos livros que nos fizeram ler? De Hesse à Nietzsche , daqui a pouco ficamos loucas!

Pois bem, nesse post resolvemos juntar nossas loucuras à algumas teorias da era do The Most Beautiful Moment in Life que mais fizeram sentido para nós. Claro, tudo é uma hipótese. Se fôssemos juntar todas as que existem, gastaríamos a vida só falando disso.

Primeiro, nós temos Taehyung que está sentado do lado de fora de sua casa, junto com várias garrafas vazias de cerveja, como se estivesse ouvindo uma discussão, pelo jeito que ele vira sua cabeça para a porta.

Não querendo mais ouvir, ele vai embora. Quando volta, encontra sua irmã (chuto pela roupa de colegial) sendo espancada por seu pai. No momento, Taehyung pega uma das garrafas vazias de cerveja e ataca o homem com ela, o esfaqueando até ele morrer.

É a partir daqui que o Prologue entra. Chocado com o que fez, Taehyung foge para a área da piscina abandonada, onde ele lava o sangue das mãos. Ele então olha a foto que está em sua mão, na qual tem um homem mais velho segurando um bebê. Além da semelhança do homem na fotografia com o esfaqueado, fica claro que o homem que ele matou pode ter sido o pai dele. Após observar a imagem, ele a amassa.

Depois de receber uma chamada do Taehyung, o Jin então pula em direção a todos, mas dá o maior e mais longo abraço no Tae.

Mas o que vemos é, em sua maioria, o ponto de vista do Jin. Muitas vezes ele se deixa de fora das fotos e vídeos, e apenas foca em seus amigos. Algumas vezes, vemos as cenas através do ponto de vista de Jin. Quando o ângulo da câmera muda, podemos o ver no mesmo ponto com o gravador, como se nós estivéssemos olhando para ele.

Quando os meninos estão sentados, Taehyung é visto em uma plataforma olhando a piscina vazia, como se quisesse pular nela. 

Na cena seguinte, Namjoon escreve no espelho “Você precisa sobreviver” e sai para se juntar aos outros membros enquanto eles comem e assistem à um dos vídeos que gravaram.

Jin pega uma foto antiga da praia (a cena final de I Need U) e mostra à Hoseok. O último dá um aceno após Jin perguntar “Nós, devemos vir aqui?”. Jin passa a mostrar a foto aos outros membros, porém, Jimin é o único que fica com uma expressão insegura em relação à sugestão do mais velho.

(foto da praia que Jin mostra na polaroid)

Após descansarem, no dia seguinte eles seguem caminho para a tal praia da foto mostrada por Jin, que ao chegar, começa a gravar e tirar fotos de todos, sem se incluir.

Em outro dia, após descansarem na caminhonete, eles acordam em um porto. Sentados no píer enquanto Jin filma os outros membros, Taehyung vê uma grande estrutura de metal, então decide subir em cima.

Jin, reparando no que Taehyung estava fazendo, decide começar a gravar, enquanto os outros membros gritam para ele descer. Então, ignorando os amigos, Taehyung dá um último sorriso para eles antes de pular da estrutura.

Hipoteticamente falando, baseado por esse photoshoot, podemos pensar que o resto dos meninos pularam na água para salvar o Tae, mas ele recusa ajuda e se afoga. Eles estão com o cabelo molhado, dando a ideia de que acabaram de sair da água, e com expressão triste, podendo ser o luto pelo amigo que não está mais entre eles.

Voltando em I Need U, podemos ver Hoseok tomando várias pílulas. Pílulas essas que eram mais propensas a tratar de uma possível narcolepsia, conforme observado desde o momento em que ele adormeceu na área da piscina com Yoongi e Jungkook o acordando durante a tomada de fotos e no carro.

Ele engole vários comprimidos, provavelmente querendo acabar com tudo de uma vez.

“Você não pode fazer isso comigo. Cada palavra sua é como uma máscara. Escondendo a verdade e rasgando-me. Me corta, me faz louco, eu odeio tudo. Leve tudo embora agora, eu te odeio”. Ele está se referindo ao Taehyung não dizendo nada sobre querer cometer suicídio, escondendo seus sentimentos dos amigos como uma máscara.

Hoseok anda sozinho pela ponte, tentando voltar ao lugar onde seu amigo morreu, ou talvez só vagando. “O céu está azul, o sol brilhante está. Então, você pode ver, claramente, minhas lágrimas. Por que é você? Por que teve que ser você? Por que eu não consigo te deixar?” Hoseok começa a ter uma recaída, então cai inconsciente. Com a maioria dos carros que passavam, alguém deve falar sobre um homem de repente desmaiando.

Ele foi possivelmente foi levado ao hospital. Depois de chamar seus amigos para identificá-lo, todos eles vagam de volta para suas casas.

Jungkook, agora tendo perdido dois melhores amigos, mais sem vida do que antes, vaga pelas ruas, quando esbarra em dois homens aleatórios, e assim começa uma briga. Ele já estava entregue então nem se dá ao trabalho de revidar, deixando os homens baterem nele. 

Após ser espancado, ele volta a andar pelas ruas, nem se importando com o carro que estava vindo em sua direção 

No quarto de hotel no qual Yoongi está hospedado podemos ver uma luz vermelha (que tamb[em tem bastante destaque em Danger Japanese Ver.) sendo refletida na parede e no rosto dele. Essa luz é da ambulância que está indo resgatar Jungkook, que acabou de sofrer um acidente em uma rua próxima.

Você me destrói assim. Eu vou parar, não quero mais você. Eu não consigo mais fazer isso, que merda”. Yoongi está cansado da luta de tentar sobreviver sem seus amigos e a mágoa que essas lembranças trazem. Isso lentamente o destrói e ele não pode continuar mais. Ele quer que as memórias parem para que ele possa viver sem sentir a falta deles.

Então ele finalmente toma a decisão de tirar sua vida.

Jimin que também está lutando para permanecer vivo, olha por coisas que Taehyung possuía, memórias deixadas por ele.

Assim como o pedaço de papel que Taehyung estava escrevendo dentro da banheira no photoshoot. Talvez pudesse ser uma carta de suicídio que ele deixou e Jimin acabou descobrindo, causando que a culpa o consumisse por saber que poderia ter ajudado o amigo, porém não conseguiu. Jimin então queima a nota esperando aliviar alguma dor, mas a culpa é grande e se deixa afogar-se na banheira, da mesma forma que o amigo morreu.

 

Nessa cena, Jin está aparentemente triste e segurando lírios brancos.

O lírio é uma flor que costuma aparecer nos funerais, representando o regresso à inocência e sendo associada à paz. Os lírios brancos são especialmente recomendados para as cerimônias fúnebres de crianças. PÃÃÃÃÃ… Tendo essa informação, podemos associar os lírios da mão do Jin como se ele houvesse acabado de voltar do funeral dos amigos, mantendo as pétalas como recordação.

Na parte do rap do Namjoon Isso vai e volta, por que eu continuo voltando? Eu vou baixo e baixo, eu sou um completo idiota. Eu tentei de tudo, mas não consigo evitar. Isto está em meu coração, mente e emoção. Eu não escuto minhas palavras. Murmuro de novo e de novo. Você não diz nada”. Mesmo ele não lembrando sempre de seus amigos, seus pensamentos e ações o perseguem e ele então tenta tocar sua vida e começa a falar consigo mesmo, pensando se ele pode os sentir.

Voltando ao Prologue, e já tendo uma ideia do que possivelmente se passou na história toda, há um momento que parece que o Jin esta sonhando com os momentos que teve com seus amigos. E nesta cena podemos perceber que ele estranha alguma coisa, pois quando ele olha em volta, percebe que os amigos não estão ali. Até o saco plástico voando, cinematograficamente, remete essa ideia de vazio e silêncio.

No vídeo inteiro ele aparece gravando ou tirando fotos de todo mundo menos de si mesmo, como já dito anteriormente. Ele foca no quão feliz seus amigos aparentavam estar e mantém todas essas lembranças, pois sabia que essa alegria ia acabar. Por isso também ele continua gravando quando Taehyung sobe na estrutura para pular e os amigos começavam a gritar para ele descer. Ele queria guardar os últimos momentos de seu amigo.

Agora é a parte que me arrepio e as lágrimas começam a vir.

Há uma cena no Prologue que os meninos estão no posto de gasolina abastecendo o carro logo após a cena da praia, então Namjoon pega a máquina polaroid e tira uma foto de Yoongi e Jin. Namjoon então mostra a foto pra eles, e em seguida a guarda no porta-luvas.

Em um momento Jin resolve retornar à praia, onde ele e seus amigos tiveram um momento feliz no passado. Ao se lembrar da foto no porta-luvas, ele a pega esperando encontrar Yoongi junto com ele, mas…

Ele percebe que Yoongi não está na foto.

(Você pode sorrir desde que estejamos juntos)

 

Pois é… Ele não sorri, pois não estão mais juntos.

 

Alguém aí ainda tá vivo depois desse tiroteio de emoções que vieram dessas teorias? E ainda nem acabou! “Run” segue mais ou menos a mesma linha de raciocínio, mostrando mais imagens do Jin filmando tudo ou então do momento em que o Tae cai na água. As referências aos MVs passados (e até os do futuro, como na imagem da flor Esmeraldo que aparece depois em “Her“) são bem claras, fazendo com que a gente quebre ainda mais a cabeça tentando linkar tudo.

Mas calma que não é pra surtar completamente ainda não, viu? A gente ainda vai analisar outras teorias envolvendo Wings e Her, então cola aqui na K4US pra nos fazer companhia nesse mundo louco do BTS e do fandom!

(Texto por: Hope)

 

compartilhe este post:
K4US
Postado por
K4US
K4US - Korea For Us. Um portal de opinião e entretenimento, alimentado por um time pesado de kpoppers e dorameirxs, dispostxs a falarem abertamente sobre vários aspectos da cultura coreana.
Arquivado em: Sem categoria