4/10

Goedam / Ghost Story

Título original: 도시괴담

Ano de lançamento: 2020

Gênero: Terror / Antologia

Produção: Netflix

Episódio(s): 8

Duração: 8 – 10 aproximadamente

Plataformas atendidas: Netflix

Sinopse: Ao cair da noite, sombras e espíritos ganham vida nesta série antológica de terror baseada em lendas urbanas.

Goedam procura inovar no catálogo de k-dramas ao trazer uma proposta bastante interessante: uma antologia de 8 episódios, de curtíssima duração, com base em lendas urbanas sul-coreanas. Se você é fã de terror pelo próprio terror, pela experiência de sentir medo, Goedam é perfeito. E se, por acaso, você gosta de um terror mais trash e gore, Goedam também perfeito. Em última instância, se o que te agrada é dar risada de um terror ruim, Goedam segue perfeito.

TW: GORE. Se sangue e cenas gráficas nesse sentido te afetam, não assista à série. Ou assista com cautela, todos os episódios possuem elementos nesse sentido.


1. A FENDA

Abrindo os trabalhos de Goedam, A Fenda nos traz um dos clássicos dos roteiros de produções asiáticas de terror: a colegial do ensino médio atormentada por uma entidade maligna que a persegue pelos corredores da escola.  

E, de fato, é exatamente isso que você pode esperar deste episódio. Com 8 minutos de duração, não há muito espaço para desenvolver alguma trama específica, mas é o suficiente para criar a tensão necessária pra te fazer pular da cadeira ou, como eu, cobrir o rosto com as mãos.

Vem aí…

2. DESTINO

Seguindo a linha de A Fenda, Destino, o segundo episódio da antologia, não desenvolve uma trama detalhada, com informações sobre personagens e suas motivações. Aqui, assistimos a um taxista dirigir uma moça (será?) até um determinado destino e os elementos de terror são trabalhados somente em cima dessa situação. 

Será que vem aí?

3. O INVASOR

Diferente dos episódios anteriores, O Invasor trabalha com um formato que me agrada bastante em produções de terror, utilizando mídias como YouTube, Zoom, Skype e etc. que, como acontece aqui, criam a sensação de interação com a personagem.

Neste curta, Sae-Rom, a protagonista, é uma streamer famosa que, recentemente, mudou de casa e está fazendo a inauguração, ao vivo, de seu novo lar quando coisas estranhas começam a ocorrer. 

A pergunta que permanece até agora…

4. CURIOSIDADE

Em Curiosidades somos, mais uma vez, lançados para a trama da colegial perseguida pela entidade maligna! Aqui, a protagonista volta à sua sala de aula para buscar um livro que havia esquecido e, a partir daqui, preste bastante atenção ao número 3/2. 

E pra você que pode estar se perguntando se Curiosidade tem alguma conexão com A Fenda, a resposta é SIM! 

Mas é aquele ditado, né, a curiosidade…

5. SAPATOS VERMELHOS

Provavelmente o episódio com maior utilização de elementos gore, Sapatos Vermelhos é mais uma trama que explora a escola e a entidade maligna, mas dessa vez acompanhando o ponto de vista de uma professora e seus (belos) sapatos, quando ela é chamada, por sua aluna, para conversar na sala de aula. 

Há, sim, elementos de conexão entre A Fenda, Curiosidade e este episódio, mas você pode pular qualquer um deles sem perder o sentido de cada um. 

Walk a mile in theses Louboutins

6. DIMENSÃO

Se você gosta de viagens no tempo, universos paralelos e tramas com linhas temporais confusas, Dimensão é seu episódio. Neste curta, um detetive investiga a estranha morte de um estudante do ensino médio cujo corpo é encontrado dentro de um elevador e em condições bizarras.

Ao que tudo indica, o garoto seguia o passo a passo para ir para outra dimensão, disponível em um fórum na internet. O detetive, então, decide seguir os mesmos passos para entender o que aconteceu e o desenrolar, especialmente o final, é bem interessante.

Aparentemente, a edição deste episódio foi feita pela SM Entertainment

7. SOLEIRA

Soleira também explora a entidade maligna que persegue o protagonista do episódio. No entanto, não sei nem por onde começar a explicar o que é essa entidade… Uma mistura de Slenderman e Sirenhead talvez? Provavelmente… 

As coisas começam a desandar quando o protagonista decide retirar o talismã de papel da porta do quarto, utilizado para trazer algum tipo de proteção para a família quando desaparecimentos sem explicação começam a acontecer na vizinhança. 

Moral da história? Quando sua esposa te orienta a não tirar o talismã da parede do quarto, por favor obedeça. 

Tomara que venha aí

8. NASCIMENTO

Goedam termina com Nascimento. Poético, né? Nem tanto. Este episódio é, de longe, o mais bizarro e pesado de todos. A temática é a utilização de espíritos puros em rituais que concedem maiores poderes para a xamã protagonista. Como ela faz isso? Deixo pra você descobrir, ou não. Assim como os episódios anteriores, este também pode ser pulado sem que os demais percam sentido. 

Quero sim, a desse episódio

OPINIÃO

Sem romance? Check. 

Episódios curtos? Check. 

Proposta diferentona? Check. 

Gênero pouco explorado? Check. 

Goedam tinha tudo para ganhar meu coração. E não o fez. 

Antologias sempre me deixam empolgada, porque normalmente são curtas e os episódios não costumam serem conectados a ponto de um depender do outro para desenvolver uma trama. Aliás, eu não fazia ideia que Goedam estava nessa categoria. O trailer foi tão envolvente que me prendeu o suficiente para querer, talvez, assisti-lo se fosse um k-drama em formato comum, com 16 episódios de 40 minutos.

E o trailer é, provavelmente, a única parte interessante de Goedam. O clickbait perfeito para nós, amantes de terror. E eu fui realmente fisgada pela isca. Esperei até 00h de quarta-feira para o lançamento da série na Netflix, cliquei no link, me empolguei outra vez ao ver que eram curtas e vi essa euforia diminuir progressivamente à medida que os episódios iam passando.

A Fenda parecia promissor, ainda que com um roteiro clichê. Os sustos são bem baratos e você sabe quando eles estão prestes a acontecer, mas não se preocupe, um aspecto positivo aqui é que, ainda sabendo, você de assusta. A história, no entanto, não existe e estamos ali apenas pela experiência de sentir medo. Destino segue a mesma lógica de A Fenda, sem história e apenas os jumpscares básicos e a experiência do medo. 

O tom da narrativa muda em O Invasor que, por sinal, é o meu preferido da antologia, algo que eu realmente não achei que existiria aqui. O formato do episódio é interessante, pois se passa em um stream da inauguração da casa nova da protagonista. O final, então, é diferente de tudo que eu esperava. 

Curiosidade e Sapatos Vermelhos devolvem a trama clichê de escolas amaldiçoadas, corredores assustadores, e entidades maléficas à antologia. Os dois têm uma pequena conexão com A Fenda, mas nada muito relevante. Por sinal, estes episódios não me assustaram e eu estava bem decepcionada por ter ido de O Invasor, inovador e criativo, de volta para o clichê que Goedam insiste em retratar. 

Dimensão é outro episódio que me interessou bastante. A narrativa é legal e, em 8 minutos, eles fazem um bom trabalho em criar uma trama envolvente. Soleira, em contrapartida, é meu episódio preferido em termos de risada. Ele é MUITO ruim e a única coisa que se passava pela minha cabeça durante o final do episódio era:

Família Addams, você é TUDO PRA MIM

Nascimento, por fim, encerra Goedam em um tom extremamente bizarro. Provavelmente o único episódio que não dei risada, mas senti o peso de uma narrativa que explorou uma temática bastante sombria. 

Enfim, Goedam não é bom. Os efeitos são ruins, a tela verde é evidente, os roteiros são clichês e pouco trabalhados e o sustos baratos e previsíveis. O Invasor e Dimensão podem ser uma exceção? Sim. Talvez o único ponto positivo da antologia toda. Isto e o fato de que vários aspectos são tão absurdos, mal editados e trabalhados que se tornam cômicos e a risada é impossível de segurar. Por isso, indico a antologia para um público bem específico: aqueles que gostam de um terror mais trash e/ou querem viver a experiência do medo e não de uma narrativa mais complexa. 

MENÇÃO HONROSA

S/N lê a resenha até aqui e imagina, com curiosidade, como a autora encaixaria uma menção honrosa em Goedam

Pois é, quem merece destaque em Goedam não é um personagem ou episódio específico. Mas você que assistiu a todos, ou alguns, episódios. E, principalmente, você que viu sem dar risada.

ONDE ASSISTIR

Goedam está disponível na Netflix para você assistir!


Texto por Fran | Revisão por Savi | Equipe de redação da K4US

www.k4us.com.br | Não remover sem os devidos créditos.