17
08
17

Olá Queridões, tudo bem com vocês?!

Viemos contar nossa experiência no evento RYTHM IN MOVEMENT que ocorreu no dia 24.07, às 19:30 no Teatro Sérgio Cardoso em São Paulo/SP, que veio mostrar um pouco da Música e Dança tradicional coreana.

A realização do evento veio com o objetivo de dar oportunidade para o público brasileiro e coreano de ver, ouvir e sentir a tradição da Coreia, uma vez que, a herança cultural dos antecedentes é a base da tradição coreana que influenciou até a filosofia de vida na Coreia.

O evento foi organizado pela KOWIN BRASIL, rede internacional de mulheres coreanas, que foi possível realizar este evento com tanta qualidade e bom gosto que pudemos apreciar no dia do evento.

O teatro estava lotado, grande parte, coreanos e descendentes coreanos, que estão em sua 1ª ou 2ª geração que nasceram no Brasil.

 

 

Para nós, brasileiras que  naquela noite realizamos imersão em uma cultura completamente diferente da nossa, podemos considerar um espetáculo a parte, pois com todas as apresentações da música tradicional e folclórica coreana, tanto com canto quanto com dança, podemos vivenciar a riqueza de uma cultura milenar que tem sobrevivido por gerações.

O começo já é bem singular, pois a beleza de tambores milenares e  batidas singulares que atrai sua atenção e como se fossemos transportadas para plena era Joseon. O grupo que realizou a abertura foi o Samulnori Hanullim do Brasil, companhia formada em grande parte por coreanos imigrantes e descendentes de coreanos, que foi apresentação especial de torcida nas Olímpiadas Rio 2016.

 

Mas não poderíamos deixar de lado, a presença de diversos cantores e instrumentistas que vieram da Coreia do Sul exclusivamente para este evento, como as cantoras Keunsoon Choi, Hyojung Im e Jeeah Ha, que são imensamente conhecidas e talentosas no ramo da música tradicional e folclórica coreana.

 

Ainda como, apresentação especial tivemos o Kwonsik Kim, violinista muito famoso, solista da Orquestra Sinfônica da KBS há 28 anos, líder do grupo artístico Arirang entre outros feitos grandes. E sinceramente o show dele é um show, ele consegue misturar o moderno e o tradicional de uma forma muito singular, o que transforma a apresentação em um espetáculo memorável.

 

Para completar o grupo de artistas vindos da Córeia do Sul, tivemos JiYoon Jeoung, PhD em dança tradicional coreana pela universidade de Sejong, que mostrou um espetáculo fabuloso em termo de dança tradicional, nos levando a conhecer um pouco mais sobre o estilo de dança coreano tradicional e o percussionista Nameon Park, que apresentou um show totalmente diferente do que esperávamos, o que resultou uma apresentação verdadeiramente alegre e contagiante.

 

Tivemos ainda apresentações espetaculares dos membros do Instituto de dança tradicional coreana do Brasil, que nos presentearam com uma dança de Leque maravilhosa.

Montamos um vídeo com os melhores momentos da noite, para vocês verem e conhecerem um pouco mais da cultura tradicional coreana.

Espero que possam desfrutar um pouquinho dessa diferença entre a diferença entre a cultura pop e a cultura tradicional coreana. Montamos um vídeo que gravamos com os melhores momentos!!

Mil beijos Kaóticos e até a próxima!

compartilhe este post:
K4US
Postado por
K4US
K4US - Korea For Us. Um portal de opinião e entretenimento, alimentado por um time pesado de kpoppers e dorameirxs, dispostxs a falarem abertamente sobre vários aspectos da cultura coreana.
Arquivado em: Entretenimento, Opinião