01
10
18

Demoramos a nos pronunciar efetivamente sobre o Setembro Amarelo, pois trata de um tema muito delicado, onde devemos pensar em cada palavra que usamos. Já estamos no Outubro Rosa, mas este não é um motivo para deixarmos de falar sobre suicídio. Para mergulhar no assunto, vamos contextualizar o que é o Setembro Amarelo, como surgiu, objetivos, e outros aspectos. Para então, podemos abordar como esse assunto vai de encontro com o kpop.


Setembro Amarelo surgiu em 2015, e é uma criação do Centro de Valorização da Vida (órgão que oferece apoio emocional e toma medidas protetivas contra o suicídio), tem por objetivo fazer com que as pessoas FALEM sobre suicídio, pois quanto mais falarmos, mais iremos distanciar a ignorância e abrir nossos olhos para um problema que precisa de atenção. Por isso, não podíamos nos calar nesse momento.

O suicídio na maior parte das vezes é causado por transtornos mentais/psicológicos que não são tratados, simplesmente porque a pessoa não sabe que pode buscar tratamento, ou que não sabe que está doente. Sabe-se que 90% dos suicídios poderiam ser evitados com o tratamento médico, e 60% dos suicídios que acontecem são por falta desse tratamento.

O volume de pessoas que pensa em suicídio é muito alto no Brasil. Por isso, estamos aqui para fazer parte da campanha e te alertar: Ter vontade de morrer, se sentir constantemente triste, achar que não tem função no mundo… Na maior parte das vezes são doenças mentais/psicológicas que precisam ser tratadas. Por favor, não ignore os sintomas. Busque ajuda! A ajuda SEMPRE DEVE SER MÉDICA.

ALERTAMOS: Organização Mundial da Saúde desaconselha que a mídia exponha métodos ou processos de suicídio – para evitar que esta exposição incentive outras mortes. É comprovado que divulgar situações de suicídio incitam outras pessoas a tirarem a própria vida, e podem ser um gatilho. Segundo o portal Minuto Saudável “os suicídios não são causados pela notícia ou pelo vídeo. As pessoas que se mataram ao ver esse tipo de coisa já tinham tendências antes de assistir e se encontravam no grupo de risco.”

Resultado de imagem para setembro amarelo

(autor não identificado)

Após contextualizar isso, sabemos que infelizmente houve diversos casos de suicídio entre k-idols, tendo em vista que a Coreia do Sul está apontada como o 2º país com o maior número de suicídios no mundo. Essas notícias chegam até os fãs de forma destruidora, e muitas vezes não respeitando o alerta da Organização Mundial da Saúde (que citamos acima). Por isso, por meio de um texto leve e metáforas, pretendemos aconchegar os corações de estrelas e universos. Leia o texto abaixo e reflita: Eu sou estrela ou universo?

Independente de qualquer coisa, não tenha medo de buscar ajuda médica!

 

⭐ O brilho de uma estrela ⭐

Alguns fazem música, outros vivem a música e tem aqueles que são a música. Kim Jonghyun era os três, ele sabia utilizar suas músicas como melodias perfeitas e suas palavras como poemas. Suas palavras sempre tão sinceras, deixava transparecer a admirável ligação que ele tinha com a música, não é exagero dizer que tínhamos um dos artistas mais admiráveis que já existiu.

Ele podia não ser muito alto, mas alcançou o céu. Ele tinha seu próprio oceano, e quando ele sorriu a lua brilhou em verde-água.

Dizem que ele era um anjo, que no fim desgastou suas asas. Em algum momento você precisa salvar a si mesmo, as vezes esse momento parece ser cedo demais.

Todos os dias perdemos muitas estrelas, alguns que vivem a música ou aqueles que simplesmente não gostam dela. Mas no fim, são pelo mesmo motivo.

Nesse mês amarelo abordamos um tema que ainda nos parece tão distante, um problema que parece que nunca iremos passar.

Assim como Kim Jonghyun, muitos anjos nos deixam para salvar a si mesmos, porque não vemos suas feridas, porque elas são censuradas, porque simplesmente não conseguimos aceitá-las. Nada está distante, o problema está tão perto que é possível sentir sua presença diariamente. Esquecer um problema não o faz desaparecer, e lembrá-lo dele apenas durante um mês não o torna menor.

Esse setembro amarelo vem para nos lembrar das estrelas, aquelas que estão aqui lutando e aquelas que infelizmente desgastaram o seu brilho. Mas acima de tudo; aquelas estrelas que merecem atenção, todos conhecemos uma estrela, aquela estrelinha que merece ouvir uma palavra boa, um abraço apertado, uma ajudinha para brilhar ainda mais.

Não só nesse mês, mas todos os dias, vamos ser o universo para algumas estrelas voltarem a brilhar. Uma palavra às vezes é tudo que alguém precisa para ter seu dia melhorado, uma música é tudo que precisa para que coloque um sorriso no rosto. Vamos nos lembrar dessas estrelas todos os dias, para que mais nenhuma precise perder seu brilho.

Para todas as estrelas que existem: vocês são incríveis!

Nossas orações e boas energias estão voltadas para as vítimas de suicídio e suas famílias, sendo famosos ou não, e a todos a aqueles que são estrelas que possuem pensamentos de morte.


ENFIM, RESUMINDO: Se você tem pensamentos suicidas, ou sente necessidade (com frequência ou não) de colocar fim a sua vida, saiba que isso tem solução. Você deve procurar ajuda MÉDICA com psicólogos ou psiquiatras. Abaixo, nós listamentos diversas formas de conseguir ajuda quando houver perigo eminente, e onde encontrar profissionais para ajudá-lo.

Lembramos que nem sempre o primeiro profissional que você vai procurar, pode resolver o problema. Muitas pessoas não sentem afinidade, ou se identificam com o profissional, e aí pensam que o problema não tem solução e desistem. Caso você procure ajuda médica, e sinta que não está tendo efeito, TROQUE DE PROFISSIONAL. Pois existem diversos tipos de profissionais na área da psicologia, é necessário encontrar o que se encaixa com suas necessidades e que você se identifique. NÃO DESISTA NO PRIMEIRO PROFISSIONAL, nem no segundo, nem no terceiro. ENFIM. Existe um profissional que VAI TE AJUDAR!

ONDE ENCONTRAR AJUDA?

01 – Escuta emergencial: Centro de Valorização da Vida

02 – Em casos de risco eminente, ligar para 190 (Polícia Militar) ou 192 (Ambulância) ou 193 (Bombeiros), e solicite atendimento imediato.

03 – Atendimento a sobreviventes, ou pessoas que foram afetadas por morte próxima,  apoio a família, atendimento a pessoas com pensamentos e comportamentos suicidas: Instituto Vita Alere

04 – Planos de saúde: Entre em contato com seu plano de saúde, caso tenha, e pergunte sobre serviços de psiquiatria e psicoterapia.  

05 – Atendimento psicológico gratuito ou com preços simbólicos em São Paulo: Clique aqui

06 – Atendimento psicológico gratuito ou com preços simbólicos no ESTADO de São Paulo: Clique aqui

07 – Para mais locais com atendimento gratuito, digite no google: Psicológico gratuito em [insira nome do seu estado ou cidade]

 

Texto por Chugga | Homenagem por Arien | Revisão por Savi @ Equipe de redatores da K4US
www.k4us.com.br | Por favor, não usar o texto e imagens sem créditos.

compartilhe este post:
K4US
Postado por
K4US
K4US - Korea For Us. Um portal de opinião e entretenimento, alimentado por um time pesado de kpoppers e dorameirxs, dispostxs a falarem abertamente sobre vários aspectos da cultura coreana.
Arquivado em: KPOP, Sem categoria