01
11
17

Essa é a parte 8 da série que aborda dicas para escrever, uma parceria com a autora BtsNoona. Para ler a parte 7, clique aqui.top afiliados


O Leitor

Olá, leitores-amores e kaóticos! Pensei bastante no tema que abordaria no texto de hoje, e acho que são válidas algumas observações sobre alguém que é importante na sua fanfic e deve ter um lugar honrado: o seu leitor. <3

Eu já andei falando sobre leitores assim, por alto, entre um texto e outro. Mas os leitores têm um papel tão fundamental que merecem um texto só pra eles. Então, bora lá!

Muita gente, depois de ler mais de uma das minhas fanfics, vem elogiar minha evolução. Pelos comentários, no twitter, por mensagens ou de forma anônima pelo curious cat, já recebi diversos textões de pessoas surpresas e admiradas com o quanto a minha escrita mudou desde o início da minha primeira fanfic até os capítulos mais recentes das minhas fanfics atuais. Realmente, eu mesma fico perplexa. Quando releio meus textos antigos consigo encontrar uma infinidade tão grande de erros e coisas que eu mudaria, que dá até preguiça de revisar e editar. E a pergunta que recebo com mais frequência é:

“Noona, como você fez isso?”

Claro que tem muito a ver com minhas leituras e minhas pesquisas. Sempre fui uma leitora ávida, e é óbvio que isso ajuda DEMAIS. Também, corro atrás daquilo que não me acho boa o suficiente. Li alguns livros sobre escrita, sobre como desenvolver os personagens, descrever as cenas, e questões afins. Sigo diversos blogs sobre o assunto. Mesmo assim, posso dizer sem a menor sombra de dúvidas que os maiores responsáveis pela minha evolução foram os comentários dos leitores.

Quem é leitor meu ou me conhece, sabe muito bem que eu sou a doida dos comentários. Sério, sou viciada neles (então se você é leitor-fantasma meu, por favor apareça!). Eu pago o maior micão, toda santa vez, nas notas finais dos meus capítulos porque literalmente imploro pras pessoas comentarem. Mas por quê? O motivo é simples: os comentários são, para mim, quase que uma pesquisa, como controle de qualidade. Por eles, eu sei exatamente o que meus leitores estão ‘captando’ da história, quais as impressões que eles têm dos personagens. Com isso, comparo a percepção dos leitores com a minha intenção: era realmente isso que eu estava tentando passar? Se sim, ufa! Deu certo. Se não, é um ponto em que você precisa trabalhar.

A termos práticos, vamos lá. Vou usar Hipnosis, uma fanfic minha, como exemplo. É uma fanfic narrada pelo Taehyung. Ele e o Jungkook estão brigados. Ou seja, só temos o ponto de vista do Taehyung, e só o que ele vê é que o ex-namorado está duro, grosso, fechado, insensível e afins. Claro que, na minha cabeça de autora, eu sabia que o Jungkook tinha um motivo pra agir dessa forma, e que eventualmente isso seria revelado. Eu queria fazer um mistério, deixar meus leitores curiosos sobre o porquê do personagem estar tão gélido e seco. Fui adiando a data de revelar o que tinha desencadeado essa reação do Jungkook, e pelos comentários via o quanto meus leitores estavam curiosos pra descobrir o que se passava na cabeça dele. Até que, num certo ponto, os leitores começaram a ficar bravos com meu personagem! Como só tinham o ponto de vista do Taehyung, o Jungkook parecia ser só e simplesmente um grandessíssimo babaca, e o Tae uma vítima. Percebi, pelos comentários, que os leitores estavam ficando impacientes com as atitudes de Jungkook – já que não faziam nem ideia de que ele tinha um motivo concreto para estar agindo como um grande babaca.

Foi aí que um sinal vermelho e luminoso de PERIGO começou a piscar na minha cabeça. Não era essa a minha intenção, eu não queria que o Jungkook fosse detestado! Queria que os leitores ficassem curiosos, só isso. Aí, no capítulo seguinte, eu revelei logo qual era o tal motivo. Eu precisava dar logo aquela informação, para que meus leitores compreendessem o ponto de vista do Jungkook e se identificassem com a forma seca como ele vinha agindo.

Um exemplo extremo, que acelerou o andamento das coisas na fanfic, mas isso acontece comigo o tempo todo.  Para mim, os comentários dos leitores são a grande vantagem de se escrever na internet, de publicar capítulo a capítulo. Sozinho, em casa, você não vai notar esses erros. Mas o leitor te aponta sem nem perceber, então prestem muita atenção aos comentários das suas histórias. Se o seu personagem tem depressão (mas ainda não descobriu isso) e os leitores acham que ele é um tremendo preguiçoso, algo está errado. Se você não queria passar a imagem de um preguiçoso, então sua narrativa não está sendo da forma como deveria, ou você está segurando algum fato importante por tempo demais.

Além disso, os leitores fazem você perceber quais são seus pontos fortes e fracos, o que é ótimo! Talvez as impressões de outras pessoas possam ser completamente diferentes da impressão que você tem de si mesmo, da sua própria escrita. Eu recebo muito “eu entrei dentro da história” ou “parecia que era eu sentindo tudo aquilo”, e percebi que descrever emoções/sintomas/sensações são meu ponto forte. Não costumo receber comentários como “consegui imaginar direitinho a escola deles”, porque eu não sou muito boa descrevendo cenários, e isso é algo em que preciso melhorar. Você precisa fazer sempre uma leitura atenta aos comentários, e tirar dali ensinamentos para evoluir na sua escrita.

Isso não significa escrever para os outros. Se um leitor comenta que “queria muito que o Sungjae caísse de bicicleta”, mas eu não tinha intenção de colocar isso na trama, eu não vou mudar meu plot por causa dos comentários! A história é sua, e se estiver bem planejada e estruturada, vai ficar bem melhor do jeito que você quer escrever. Não se renda à pressão dos leitores, por mais que às vezes eles possam pressionar além da conta. Tire dali as coisas boas, os elogios, as críticas construtivas e as impressões deles sobre sua história, mas não mude tudo só para agradá-los. Sério, siga no caminho que você planejou, e no fim tenho certeza que seus leitores entenderão.

Existem tipos extremos de autores em sua relação com os leitores: esses citados acima, que mudam a história para encaixar no gosto do leitor, e o oposto, os que não estão nem aí pras observações nos comentários e tem uma atitude rude de “dane-se você, eu faço o que eu quiser”. Na minha humilde opinião, nenhum dos dois excessos é bom. Os autores que não dão atenção aos seus leitores vão demorar bem mais pra evoluir, porque estão ignorando suas próprias deficiências na escrita (alô, @, tá me ouvindo??). Não vai adiantar em nada agir de forma mal educada, discutir com leitor e dizer “ah, mas você tá errado, você não tá entendendo a história, espera só os próximos 872 capítulos que você vai entender”. Antes nem respondesse. Se um autor me responde assim, perde uma leitora. É infantil demais isso, como criança que diz “é meu e eu faço o que eu quiser”, que não sabe lidar com a opinião contrária a sua. Então, queridos autores de fanfic, farei um apelo: podemos, encarecidamente, encontrar o meio termo? Saiba ouvir o seu leitor e você só tem a ganhar com isso, eu garanto!

Agora, um recado aos que são leitores: seja crítico. Não engula qualquer coisa. Cobre mesmo, pergunte horrores, exija explicações e justificativas. Não estou dizendo pra jogar hate na fanfic alheia, hein? Pelo amor de Zeus! Seja razoável. Se você está lendo, acompanhado a cada capítulo, é porque existe algo de bom ali. Elogie o que você gostou e diga se alguma parte te deixou confuso, ou se você não gostou. Justifique suas críticas, conte para o autor (educadamente, por favor) porque tal ação não fez sentido, ou tal sentimento não ficou claro. Ajude o autor a melhorar, sem ser rude, e eu tenho certeza que você vai ser recompensado com um conteúdo de maior qualidade. <3

E um OBRIGADA aos leitores, enorme, em letras garrafais. Eu já sou muito grata só por ter gente linda no mundo que acompanha minhas histórias, panfleta minhas fanfics e dá amor a minha escrita. Mesmo que fossem todos leitores-fantasmas, pra mim é uma grande honra poder entreter alguém com literatura. Quando recebo um comentário desses, dos meus leitores críticos, sinto vontade de pegar o telefone da criatura e ligar pra batermos um papinho sobre a fanfic. Sou muito curiosa. Queria saber exatamente o que cada um dos meus leitores pensa enquanto está lendo um texto meu. Infelizmente, não dá pra ser assim, mas pelo menos eu tenho os comentários. Então, quero que (tanto leitores quanto autores) saibam como são importantes.

Enfim, é isso. Pra quem tanto pergunta que milagre eu fiz pra melhorar na escrita, garanto que aí está uma ótima dica, e um bom começo. Espero que esse texto tenha te dado, como autor, vontade de reler seus comentários sob uma nova ótica. E, aos leitores, espero que estejam conscientes da sua relevância, e que sejam estimulados a comentar.

Beijocas amoras,

~BtsNoona


Estaremos postando toda semana uma dica sobre escrita! Acompanhem a BTSNoona no Twitter e no SpiritFanfics.

Para ler o Sobre Escrita especial, clique aqui.top afiliados

Acompanhem a Deska, a artista da capa (e também de todas as artes da K4US) Nas redes socias: Twitter //Instagram//Facebookclique aqui

compartilhe este post:
K4US
Postado por
K4US
K4US - Korea For Us. Um portal de opinião e entretenimento, alimentado por um time pesado de kpoppers e dorameirxs, dispostxs a falarem abertamente sobre vários aspectos da cultura coreana.
Arquivado em: Entretenimento