19
02
18

A influência é algo que afeta diretamente a nossa vida, mesmo que de forma discreta. Com isso, Save me chega com uma proposta diferente, mostrando que um drama não precisa ser focado apenas em um romance para se bom e passar uma mensagem importante.

Tudo começa quando a família de Sang Mi (Seo Ye Ji) tem que se mudar para uma cidade mais afastada na capital, ocorrendo vários problemas, tais como a casa que o chefe do pai da menina alugou para os familiares da mesma não ser o que pensavam, deixando-os desabrigados. Desse modo, eles são obrigados a procurar algum lugar para ficar, assim conhecem um pastor de uma seita, na qual as pessoas se rendem a mesma de corpo e alma para conseguir “embarcar no barco da salvação”. É visível o quanto esse grupo é maluco por seus objetivos, dos quais são vistos como seus únicos propósitos de vida, dando todos os seus bens para os corruptos que lideram essa seita.

Save me retrata vários temas sérios e de extrema importância para nossa vida. Bullying, assédio e corrupção são apenas alguns dos fatos que são abordados. Não há nenhum tipo de romance entre personagens durante todo o dorama, o mesmo é bem focado em relatar e problematizar as mazelas sociais, assim não sobra tempo para desenvolver um relacionamento em que os espectadores se apaixonarão junto com os atores principais.

Eu simplesmente adorei o drama. Abordar questões tão difíceis em vários pontos de vistas é algo que quase ninguém consegue fazer. A forma que ele retrata tudo o que Sang Mi passa para acabar com esse grupo é algo realmente tocante em diversos momentos, além disso, uma drama familiar é abordado com quase todos os personagens que aparecem no drama, contando por tudo que passaram e suas dificuldades em conviver junto com o seita da cidade. É impossível não se emocionar. 

Não acho que seja algo para assistir com a família, não por conter coisas implícitas, mas sim por ter questões que nem todo mundo pode sacar do que eles estão falando. Problemas já foram causados justamente pelo mesmo falar sobre religião, que é algo muito delicado de falar, já que cada um tem sua crença e vê ela de uma forma. Mesmo assim super recomendo que vocês assistam e reflitam sobre coisas que vemos em jornais, revistas e nas rádios.

Cenas de luta são extremamente frequente durante todo o enredo do drama, ocorrendo em vários momentos por milhares de motivos. Justamente pelo mesmo contar uma história triste, com muito sofrimento e batalha para o fim de tudo de ruim que estava acontecendo. O durante todo o drama, acompanhamos como o grupo religioso influenciou os pais de Sang Mi e quase toda a cidade em que o dorama se passa, mostrando como as pessoas podem controlar outros usando terceiros a seu favor.

Save me de longe é algo banal, o clima é pesado até na direção de fotografia do mesmo, que trabalha quase o dorama inteiros com tons escuros, como azul. Mesmo não sendo algo clichê, o drama tem uma temática impossível de largar, nós prendendo a cada momento. Então, não se deixe levar sobre o que os episódios não tem, e prenda-se a história diferente da qual Save me conta.

compartilhe este post:
K4US
Postado por
K4US
K4US - Korea For Us. Um portal de opinião e entretenimento, alimentado por um time pesado de kpoppers e dorameirxs, dispostxs a falarem abertamente sobre vários aspectos da cultura coreana.
Arquivado em: Dorama, Review