03
12
19

Ano é marcado pela presença de grupos populares, mas número de artistas sul-coreanos cai 10% em relação ao ano anterior.


O ano de 2018 ainda carrega consigo o título de ano com o maior número de artistas sul-coreanos pisando no Brasil. Isso porque, apesar de algumas produtoras acreditarem em um crescimento, 2019 fechou com um número inferior, totalizando 18 artistas e uma queda de 10% em relação ao ano anterior. Outra queda que marcou 2019 foi o de cancelamentos, contando apenas três suspensões de shows anteriormente previstos.

Apesar do número menor, 2019 contou com um trunfo: a chegada de grandes grupos ao Brasil. Entram para a lista Oh My Girl e Pentagon, que vieram ao país pela primeira vez, além de Monsta X, KARD e BTS, que já estão mais que familiarizados com o público brasileiro. A grande novidade, entre esses veteranos, fica por conta do BTS, que trouxe o primeiro show de K-Pop para um estádio brasileiro. Duas vezes. Relembre com a K4US o que foi 2019 na fila do K-Pop no Brasil.

Oh My Girl

O ano já começou com a força feminina em alta. O Oh My Girl foi o primeiro grupo de K-Pop a pisar no Brasil em 2019. As meninas chegaram por aqui no final de janeiro, no dia 29, começando a turnê de fansigns no Rio e seguindo para Porto Alegre (30/01), Curitiba (31/01) e São Paulo (03/02). A capital paulista foi a única das cidades a receber um show, marcado não apenas pelas performances impecáveis (CLOSER MÚSICA DO SÉCULO), como também por uma série de brincadeiras que aproximaram ainda mais a relação entre Oh My Girl e os Miracles brasileiros.

Confira nosso relato sobre o show e a entrevista que fizemos com as fadas:

Oh My Girl: As fadas que surpreenderam os Miracles brasileiros

Entrevista: “Não gostaria de colocar um limite no nosso estilo”.

VAV

Após o sucesso da turnê em 2018, VAV fez novamente a felicidade dos VAMPZ brasileiros com a Meet&Live Señorita Latin Tour, apenas reforçando a afinidade do grupo que vem recebendo constante influência e apoio da América Latina. Dessa vez, os integrantes já começaram a turnê inovando ao passar em cidades nunca visitadas antes por eles. O grupo desembarcou primeiro em Goiânia, no dia 16/02, seguindo por Belém (17/02), Recife (19/02), Porto Alegre, e então voltando a já conhecida São Paulo.

A K4US teve a oportunidade de entrevistá-los e de cobrir o show em SP. Confira:

VAV em São Paulo foi euforia e gratidão

VAV dá conselhos aos fãs

Busters

Pela primeira vez no Brasil, o grupo feminino Busters passou por Goiânia (30/03), Rio de Janeiro (03/04), Fortaleza (05/04) e São Paulo (07/04) no primeiro semestre. Apesar das meninas terem ganhado visibilidade por sua participação no programa Conversa com Bial, a passagem do grupo por aqui também foi marcada por um cancelamento minutos antes do show que aconteceria no Rio de Janeiro. O teatro que receberia a apresentação notificou em suas redes que não havia alvará para a apresentação de menores de idade.

BTS

Podemos chamar de um marco histórico na trajetória do K-Pop no Brasil. Em março, após muita especulação, a BigHit anunciou a quarta passagem do BTS pelo Brasil, agendada para o dia 25 de maio, no Allianz Parque. A venda de ingressos foi caótica e, como se esperava, o sold out aconteceu em questão de poucas horas, o que levou ao anúncio da segunda data (26/05). Em maio, o BTS trouxe para o Brasil os primeiros shows de K-Pop em estádio. As duas apresentações contaram com toda a estrutura dos shows realizados na Coréia do Sul, foram assistidas por cerca de 80 mil pessoas e estão prestes a serem assistidas por todo o mundo: os shows vão ganhar versão em DVD, a ser lançada em breve.

Quer um relato apaixonado? Vem!

BTS conseguiu ingresso para assistir os B-Armys cantando

MASC

Não contente com a chegada do BTS, Maio trouxe ainda MASC ao Brasil. A segunda passagem do grupo pelo Brasil passou pelas cidades de Goiânia (17/05), Manaus (19/05), Curitiba (24/05), São Paulo (26/05) e Porto Alegre (28/05). A turnê contou com Fansign, Fanmeeting e Hi-Touch em todas as paradas!

Monsta X

Quando o grupo prometeu, em 2018, que voltariam, ninguém duvidou. Mas a alegria dos monbebes foi grande quando a confirmação de que o comeback do Monsta X ao Brasil aconteceria de fato. Novamente com apresentação única em São Paulo, no Espaço das Américas, o Monsta X voltou a enlouquecer o fandom, no dia 19/07. Para os fãs, a apresentação passou a significar ainda mais, considerando que foi a última realizada no Brasil antes  do afastamento de Wonho do grupo. Os monbebes, no entanto, ainda se apoiam na esperança de que suas articulações resultem no retorno do integrante ao grupo.

Relembre a entrevista e o show icônicos que os meninos entregaram no Brasil:

Entrevista: Monsta X conhece o meme do jacaré monbebe

Os Monbebes que venceram o ar-condicionado

NADA

Pela segunda vez no Brasil, a rapper passou pela edição estreante do Anime Friends no Rio de Janeiro (06/07) e pela veterana em São Paulo (13/07 e 14/07). A passagem da Nada trouxe ainda um feat entre ela e o grupo de B-Pop EVE. A colaboração até ganhou os palcos em São Paulo, em apresentação exclusiva e inédita. Aqui no Rio, a rapper contagiou K-Popper, otaku e todos que colaram no seu show, marcado por energia e forte presença do início ao fim!

Quer saber mais? Vem ler a entrevista icônica que fizemos com ela no Rio:

Entrevista: Homens deveriam fazer um esforço para acolher mulheres que querem fazer parte do hip hop

Newkidd

(Brasil Hallyu Expo)

Alguns fãs sortudos tiveram a chance ver o Newkidd de perto durante a Brasil Hallyu Expo desse ano. O evento gratuito promoveu performances e interações entre o grupo – conhecido principalmente pelo integrante Hansol, que era parte do projeto SM Rookies, da SM Entertainment – e os fãs, como fansign e highfive. Os meninos estiveram presentes no evento entre os dias 6 e 7 de julho.

Chic Angel e N.tic

(Festival da Cultura Coreana)

Em agosto foi a vez do Festival da Cultura Coreana promover o K-Pop no Brasil. Também em evento gratuito, os presentes puderam conferir apresentações de dois atos: o girl group Chic Angel e o boy group N.tic. O festival aconteceu entre os dias 9 e 11 de agosto, tendo a presença dos grupos nos dois últimos dias de evento.

Triss

Após um ano com apresentações de The Rose e Day6 no Brasil, 2019 trouxe uma novidade para o público brasileiro. A banda TRISS, no entanto, abrange um cenário bem diferente dos idols que antecederam em 2018, e tem um desenvolvimento focado na cena independente sul-coreana. Eles estiveram no Festival COMA, em Brasília, nos dias 2 e 3 de agosto, enquanto em São Paulo, a apresentação rolou no dia 4, no Hangar 110. Após o show em São Paulo, os fãs ainda puderam curtir uma matinê com DJ Set de K-pop, sob o comando da tecladista da banda, Daisy.

Antes de virem ao Brasil, eles concederam uma entrevista a K4US. Dá um confere:

O mix de ficção científica e K-Indie da banda Triss

Minzy

No mesmo dia do show de São Paulo da banda Triss, 4 de agosto, Minzy também estava pela cidade. A ex-integrante do 2NE1 se apresentou durante cerimônia de inauguração novo prédio do Centro Cultural Coreano no Brasil. O evento também foi “0800” e a maknae do 2NE1 subiu a um palco ao ar livre em plena Avenida Paulista, fazendo barulho com seus fãs e realizando aquela antiga promessa de vir ao Brasil, que em 2018 quase se tornou realidade, mas ficou mesmo para 2019.

O relato dos fãs sobre esse dia é só amor:

Bastou 4 músicas para Minzy fazer história no Brasil

Pentagon

Mais um grupão muito aguardado estreou no Brasil esse ano. Em setembro, os Universes brasileiros tiveram o prazer de respirar o mesmo ar que o Pentagon! Foi de fato respirar o mesmo ar, pois o fandom do grupo fez questão de vencer o ar condicionado do famigerado Tropical Butantã. Foi show na plateia e no palco, onde o Pentagon encantou os fãs por seu esforço, dedicação e simpatia sobre o palco e fora dele.

Inclusive, rolou uma entrevista super divertida com eles:

Brasil não estava preparado para Pentagon

Entrevista: Como é o chat em grupo do Pentagon? Eles nos contaram

Billy Carter

Pensa em três minas coreanas tocando rock pra todo um Rock in Rio? Pois aconteceu. Esse ano, um dos mais importantes festivais de música do mundo, promoveu um espaço voltado para a cultura asiática e o duo feminino (junto com uma baterista convidada) fizeram barulho, apresentando o rock coreano aos brasileiros. O grupo esteve no evento do dia 3 ao dia 6 de setembro e, em entrevista a K4US, já avisaram que pretendem voltar.

KARD

A impressão que temos é que a cada retrospectiva, muitas coisas podem mudar, mas uma sempre permanecerá aqui: o KARD. E não reclamamos, estamos sempre prontos para mais do grupo de K-Pop mais brasileiro que já existiu. Essa foi a quarta passagem do quarteto pelo Brasil e a terceira turnê no país. A diferença é, dessa vez, o KARD realizou show em todas as cidades, diferente da tradição de shows em algumas cidades e fansigns em outras. A 2019 WILD KARD TOUR começou no dia 10 de outubro, no Rio – onde eles fizeram até uma apresentação no programa Encontro com Fátima Bernardes -, seguindo para São Paulo no dia 11, Recife, no dia 13, e encerrando a maratona de shows em Porto Alegre, no dia 15 de outubro.

Por aqui a cobertura foi intensa: rolou relato do show no Rio, detalhes da coletiva de imprensa em São Paulo e uma entrevista exclusiva incrível com o grupo!

O show do KARD no Rio? Dumb Litty!

KARD e o seu amor pelo Brasil

A última entrevista do KARD antes de partirem

Spectrum

Essa é a primeira vez que um grupo de K-Pop passa tanto tempo no Brasil e viaja por tantas cidades. O grupo permaneceu por aqui durante dois meses, iniciando no dia 8 de outubro a turnê até o dia 8 de dezembro. No total, foram 13 cidades visitadas pelos meninos – infelizmente o evento no Guarujá foi cancelado -.

HighSchool

O misterioso girl group mascarado chegou ao Brasil para participar do evento Horror Expo, onde o grupo realizou meet&greet com os fãs, passaram pelo estande de terror asiático e se apresentaram para os presentes. Durante o primeiro dia de evento (18/10), quando as meninas iriam se apresentar, parte do público não reagiu bem a chegada delas no palco e houveram relatos de ameaça a integridade delas.

MONT

Dessa vez o encerramento da agenda do K-Pop no Brasil ficou por conta do MONT. O grupo veio ao país pela segunda vez, passando por São Paulo, no dia 1º de novembro, e realizando um show gratuito em Recife, no dia 5.  

C A N C E L A D O S

MOMOLAND

Se em 2018 o show, que aconteceria no mesmo ano, foi adiado para 2019, desta vez os Merry-Go-Round tiveram certeza de que o momento de encontrar suas fadas ainda não havia chegado. O show, que aconteceria no dia 26 de junho, em São Paulo, foi oficialmente cancelado pela Noix Entertainment no final de maio

Black6ix

Os Blackpearls brasileiros chegaram perto de rever os seus faves chegando por aqui. Após passagem pelo Brasil em 2018, o Black6ix faria seu retorno ao país em novembro para uma turnê por estados como Goiânia e Porto Alegre, mas uma grande treta de instaurou antes disso. Rolou quebra de cláusula de contrato por parte da equipe coreana, ataque dos fãs a empresa responsável, estado que não vendeu sequer um ingresso… Por fim o conjunto levou ao cancelamento da tour.

Noir

Em dezembro seria a vez do Noir vir ao Brasil, passando pelas cidades de São Paulo, Vitória e Curitiba. O grupo, que já teve sua vinda ao Brasil cancelada em 2018, novamente precisou suspender o encontro com os fãs brasileiros. Dessa vez a situação envolveu a apresentação do grupo na Argentina, Paraguai, Uruguai e Chile. A turnê pela América do Sul tinha um único planejamento e alterações e cancelamentos em um país, refletiriam nos outros e foi o que aconteceu. Infelizmente ainda não foi dessa vez. A turnê, como um todo, teve realização cancelada.


Texto por Bea e fotos por Chugga | Equipe de redação da K4US
www.k4us.com.br | Não remover sem os devidos créditos.

compartilhe este post:
K4US
Postado por
K4US
K4US - Korea For Us. Um portal de opinião e entretenimento, alimentado por um time pesado de kpoppers e dorameirxs, dispostxs a falarem abertamente sobre vários aspectos da cultura coreana.
Arquivado em: KPOP