08
12
19

Nossa análise do mercado de skincare no ocidente em 2019 e nossas apostas para 2020!


Não é de hoje que o mercado de dermocosméticos ocidental tem aberto suas portas para as tendências asiáticas. Não somente isto, o público ocidental tem aberto as portas para os produtos de cosméticos e maquiagem de origem asiática, com forte peso das marcas coreanas e sua característica rotina de “passos”.

O mercado coreano de cosméticos sempre foi um atrativo ímpar que merece atenção, e nos últimos anos, com artistas e influencers ocidentais se rendendo ao seus encantos, não haveria como perder sua potência.

Com o aumento significativo do k-pop no mercado mundial a corrida das empresas em fazer as parcerias com os grupos de k-pop de sucesso se tornou acirrada.

Não somente isso, hoje, ao você pesquisar no Google sobre “Skincare” terá um acervo generoso de páginas, blogs, notícias, youtubers, influencer e propagandas sobre o assunto, de forma que não pode se tratar mais como algo restrito a quem conhece a Coreia do Sul ou a cultura pop coreana.

Só este ano, tivemos publicações em mídias ocidentais de peso sobre o assunto como: Cosmetic InnovationMarie Claire, Cosmopolitan, Allure, Business Insider , e acredite, há diversos outros veículos falando sobre o assunto. 

Nestas matérias, você pode perceber que os produtos citados, em grande parte, já são de marcas ocidentais. Mas isto não quer dizer que as marcas coreanas estão em baixa, pelo contrário, em verdade estas marcas em grande parte seguem as empresas asiáticas em seus lançamentos para “copiarem” e trazerem os produtos para o ocidente.

Nossas apostas para 2020:

Vamos começar bem 2020! Para isso já antecipo que vamos usar este espaço no site para falar mais sobre skincare e novos produtinhos com a cara da Korean Beauty!E vou começar apontando as nossas apostas para este novo ano que está chegando. Vamos lá:

AS MÁSCARAS CONTINUAM EM ALTA

Você já deve ter ouvido falar que elas são as queridinhas do mercado coreano. E agora são as queridinhas também do mercado ocidental. Quando escrevi a primeira matéria sobre o assunto (pode conferir aqui!) confesso que você não encontrava em farmácias e lojas este tipo de tratamento para pele. 

Muito pelo contrário, todas importadas, muito difícil de achar e você tinha que torcer para o dólar nos ajudar no processo.

Hoje é diferente, além de você encontrar na internet e-commerce que vendem as próprias marcas coreanas como Missha e Mediheal, para você que mora em São Paulo, vale a pena conferir as lojas que vendem diversos tipos na Liberdade.

Como se trata de um tratamento rápido e prático, essa continua sento nossa principal aposta para 2020, com a chegada de novas marcas ao mercado brasileiro e aumento de consumo ainda maior do que em comparação a 2019.

MENOS MAQUIAGEM, MAIS CUIDADO COM A PELE

Isto também não é novidade. A cultura de cuidado coreano com a pele virou febre no mundo todo, mas sentimos, que este movimento aliado de outras tendências do mercado como a mulher se valorizar mais, as pessoas se mostrarem como realmente são fugindo dos padrões impostos pela mídia, a quebra do padrão que homens não precisa se cuidar, são mais que indícios que a tendência é ainda crescente.

As pessoas percebem que não adianta você ter produtos caríssimos, mil maquiagens, profissionais fabulosos se a pele em si é realmente cagada. Não há milagre a ser feito.

Nesse caminho, o que resta é cuidar. E nada mais certo do que cuidar da pele como base do seu dia-a-dia para não precisar recorrer sempre a maquiagem.

 

(Atriz Park Min Young)
(A Influencer Pony – Makeup)

O CRESCIMENTO K-POP E DRAMAS ASIÁTICOS: O BOOM DO “VER” PARA CONSUMIR

Sim, é isso mesmo, como as portas estão se abrindo não só ao k-pop mas também as séries asiáticas, o ser humano é algo estritamente visual para consumir. Ou seja, quanto mais pessoas verem aqueles produtinhos nas penteadeiras maravilhosas todas montadas ou as atrizes com aquela pele perfeitinha, o ser humano vai querer saber para que serve os produtos ou como elas conseguem tal façanha.

Isso aumenta o índice de busca, o fornecimento de produtos, e o próprio mercado coreano e suas marcas começam a visualizar novos mercados para entrar e apresentar seus produtos.

É Win ou Win. Neste caso, para nós que já somos amantes antigos de skincare é maravilhoso ter mais opções com preços viáveis para consumir e poder usar sempre sem ter que saber a conversão do dólar em reais ou o complexo procedimento de importação da Receita Federal do Brasil.

Para os amantes novos, a curiosidade e o prazer de descobrir algo que deixa sua pele macia, cuidada, hidratada sem a necessidade e 1 kilo de maquiagem, é prazeroso demais.

 

Claramente, não são somente nossas apostas aqui escritas. Realmente gostaríamos que elas se tornassem a realidade e mais pessoas conhecessem a Coreia do Sul não só pelo K-pop, mas também por suas séries, mercado, marcas, skincare, artistas, cultura e culinária. 


Texto por Savi  Equipe de redação da K4US
www.k4us.com.br | Não remover sem os devidos créditos.

compartilhe este post:
Savi
Postado por
Savi
Perdida no mundo, gosto de coisas diferentes e em constante movimento, fofuras, caos, e por ai vai. Vou do metal ao k-pop na velocidade da luz! E não tenho Bias, muito menos grupo ultimate! Apenas gosto do k-pop que ajuda a aliviar a vida real. Lunática da organização e apaixonada por aspirador de pó (não pergunte!) Gateira louca, gosto como os gatos encaram o mundo. Sagitariana com ascendente em escorpião, juro que sou gente boa, só não pise onde não deve, rs.
Arquivado em: Beleza, Opinião