K4US » ENTREVISTA: DALsooobin e sua dualidade artística

20
04
19

Para os K-Poppers fãs da terceira geração, o nome DALsooobin pode remeter a lembranças. Isso porque o atual stage name de uma das novas solistas da indústria é uma combinação de seu nome de nascimento (e stage name, Subin) e do grupo do qual fazia parte (Dal☆Shabet). “Como existem muitas pessoas chamadas Soobin, eu quis destacar minha própria identidade e assim parece mais fácil para fãs e outras pessoas me diferenciarem”, DALsooobin, em entrevista exclusiva para a K4US, um dos motivos para o novo stage name. Além disso, os fãs também foram parte da motivação para que ela não escolhesse qualquer outro nome artístico além deste: “Eu não quero nunca esquecer que nosso fandom é Darling, por isso quis lembrá-los que o Dal☆Shabet não acabou“. Assim como ela, outras integrantes do grupo afirmam que, apesar da situação atual não favorecer, elas ainda pretendem performar juntas como Dal☆Shabet. 

Após o término do contrato com a Happy Face Entertainment, que gerenciava a carreira do grupo, DALsooobin assinou com a KeyEast, por onde lançou seu primeiro trabalho com o atual nome artístico. A letra e o MV de ‘Katchup’ já dão um gostinho – literalmente – do que podemos esperar desse novo momento na carreira da cantora. “É uma brincadeira sobre como ketchup é um condimento mágico que deixa todas as comidas mais gostosas, enquanto ‘catch up’ (superar) é sobre o sofrimento por amor e sobre uma mulher que tem confiança em superar a dor do fim”.

O MV lembra o que estamos presenciando na cena de solistas femininas dentro do K-Pop atualmente – com artistas como Sunmi e Jimin Park -, onde as mulheres se mostram fortes e independentes, principalmente de amores fracassados. No caso de ‘Katchup’, com uma chupeta na boca e dentro de um berço, DALsooobin ironiza o erro do homem ao negligenciar uma mulher, julgando-a ingênua apenas por sua aparência ou idade. “Depois do sofrimento desse amor, há a figura de uma mulher que se endureceu por isso”, conta sobre a dualidade de sua imagem no decorrer no vídeo.

O estilo adotado na nova fase de sua carreira se distancia bastante das ballads com as quais trabalhava quando ainda atendia apenas por Subin e tinha atividades solos paralelas às promoções do Dal☆Shabet. Segundo DALsooobin, quando ainda estava no grupo, podia contar com o auxílio das outras integrantes para entregar bons resultados ao público, mas agora o desafio é maior: “não tenho ninguém para complementar minhas habilidades como solo então preciso estudar e treinar ainda mais”.

Todas essas mudanças ao longo da carreira vêm acompanhadas de uma constante: Nikita. “Kita é uma amiga que me ajuda a superar a timidez. Ela me influencia com sua liberdade e auto-confiança únicas, e me dá confiança quando lanço um álbum”. Descrita como a melhor amiga de DALsooobin, Kita é seu alter ego – no instagram existem conversas entre DALsooobin e Nikita, o que torna tudo ainda mais divertido e curioso.

No cenário pop ocidental temos exemplos recentes de Lady Gaga e Nicki Minaj, que acumulam uma série de alter egos, dando vida a diferentes personagens, dependendo do conceito de seus trabalhos. Nikita, porém, é uma personalidade que ainda não se aventurou na música e tem como foco promover a própria marca de roupas. Autodeclaradas influenciadoras digitais de uma realidade alternativa, Hyuna (9Muses) e a modelo Hyelim também assumem personas com esse mesmo propósito e dividem uma característica física comum: os cabelos loiros. Apesar disso, os estilos são bem diferentes, assim como as histórias por trás de cada personagem

Ainda que o foco de Nikita seja na marca e na loja, DALsooobin adianta que a entrada de sua amiga para o mundo musical é apenas questão de tempo e que um de seus projetos para 2019, já em andamento, é um álbum com a própria.

Bate e volta

Convidamos DALsooobin a participar de um jogo de perguntas no estilo “bate e volta”, para responder com aquilo de vier primeiro na cabeça. Veja as respostas dela:

Música pra mim é… Tudo.
Meu maior defeito é… Que ainda não me amo completamente.
Se tem algo no qual sou boa é… Me desafiar.
Algo que gostaria de tatuar: quero um desenho da minha família como se fosse um emoticon.
Uma mulher que admiro: Minha mãe.

Considerando o longo tempo de carreira e as mudanças, não há dúvidas de que DALsooobin acredita na música, e por isso ela deixou uma mensagem para as meninas que visam a vida como artista: “acho natural buscar desafios quando se é jovem. Quando se expressa os próprios sentimentos pela arte, seus resultados não vão ser comparáveis com os de mais ninguém, então eu recomendo que trabalhe com uma mente aberta”.


Apoie a DALsooobin através de suas redes sociais:

Twitter | Instagram | Youtube


Agradecemos a DALsooobin pela incrível oportunidade de poder entrevistá-la!

Entrevista por Bea Chugga| Equipe de redação da K4US
Tradução: Charlie Cout @ Não remover sem os créditos
www.k4us.com.br

compartilhe este post:
K4US
Postado por
K4US
K4US - Korea For Us. Um portal de opinião e entretenimento, alimentado por um time pesado de kpoppers e dorameirxs, dispostxs a falarem abertamente sobre vários aspectos da cultura coreana.
Arquivado em: Entrevista, Exclusivo, KPOP