13
10
17

Sexta-feira 13 no mês do Halloween pede um especial com as rainhas do terror no K-Pop. Essa matéria é a nossa Prequel, que antecede o projeto Dreamcatcher da K4US.


Uma escola de magia no meio de uma floresta distante abriga um grupo de bruxas, que apesar da amizade e da aparente calma do lugar, acabam sendo vítimas de uma maldição que as aprisiona dentro da escola. Poderia facilmente ser um spin-off de Harry Potter, mas é o início de uma trilogia bem mais sombria do que as histórias que se passaram em Hogwarts. Repletos de referências cinematográficas, os MVs do Dreamcatcher entregam uma história digna de filme.

Apesar de formar uma só história, Chase Me, Good Night e Fly High, os três MVs do grupo, não seguem uma ordem cronológica. Ao que dá a entender, Fly High é a primeira parte da história, mostrando a origem dos espíritos presos no hotel de Chase Me. Aliás, segundo essa teoria, o hotel foi construído no mesmo local da escola onde as meninas moravam e estudavam, e, por isso, seus espíritos ficaram presos lá. Mas o que fez com que uma maldição abatesse as garotas? Então… Sabe aquela aranha que a Jiu prende logo no início do MV? Vocês perceberam que a Yoohyeon queima ela com uma lupa? Ao que tudo indica é isso que desencadeia a maldição que prende as meninas dentro da mansão onde funcionava o colégio e revela em cada uma delas o “eu sombrio” que aprisionavam dentro de si. É por isso que muitas vezes nos deparamos com duas versões completamente diferentes uma das outras de cada integrante no MV.

Presas dentro da mansão, elas assumem a forma de assombrações de sonhos, tornando vítimas aqueles que se hospedam no hotel que foi criado onde costumava ser a escola onde moravam. Um caçador de fantasmas, então, vai até o hotel para tentar capturá-las. E, segundo o MV de Good Night, até consegue: prende Gahyeon em um vazio onde ela não pára de cair e Sua fica presa às forças da floresta, ambas por feitiços contidos no livro de feitiços que o caçador encontra.  

 

Enquanto isso Siyeon e Yoohyeon são perseguidas em uma dimensão dentro do espelho, restando à Jiu, Dami e Handong a tarefa de salvar as amigas aprisionadas. O que elas conseguem ao pegar o livro e queimar as páginas. E, como vingança e proteção, prendem o caçador no espelho antes de fugir.

 

Honestamente, mesmo essa interpretação me deixa algumas dúvidas e me passa a ideia de que a história não foi contada por completo nestes três vídeos. Além disso, obviamente essa é uma interpretação bem rasa e superficial. Na internet existem teorias de uma profundidade que talvez nem mesmo a equipe que desenvolve o conceito do Dreamcatcher jamais sonhou em colocar em prática. Uma das mais interessantes que me deparei foi a de que os clipes refletem a transformação do Minx – nome do grupo antes da mudança de conceito e a adição de duas integrantes – para o Dreamcatcher: a imagem de meninas fofas morre e nasce um novo grupo, assumindo sua verdadeira personalidade. Sendo assim, segundo esta interpretação, as meninas, quando aparecem em roupas mais leves e coloridas, felizes, refletem o Minx; e as roupas mais escuras, quando abraçam seu eu mais sombrio, refletem a realidade atual do grupo. O caçador, nesta situação, também se encaixa em um diferente papel. É como se ele fosse um CEO ou pessoas da indústria que tentam enquadrar as meninas nos moldes – ou molduras, literalmente nos vídeos, tanto de espelhos, quanto de fotografias – que lhes convém.

Dreamcatcher indica: recomendações de filmes e séries que se aproximam minimamente dos conceitos encontrados nos MVs

Outro ponto interessante deste conceito como um todo, englobando todo os MVs, são as referências a clássicos do terror. Em “Chase Me” dá até mesmo para comparar as cenas do vídeo e do filme “O iluminado” de tão claramente inspirado que é. A cena do protagonista quebrando a porta do quarto com um machado ou a visão das meninas no fim do corredor são realmente clássicas. Ainda nesse MV, podemos ver o caçador tentando capturar imagens dos espíritos com uma câmera, recurso usado em dezenas de filmes do gênero. Um inclusive, que também tem muita ligação com o vídeo de “Good Night”: “A bruxa de Blair”.

(Cena do MV de Chase Me e do Filme O Iluminado)

 

(Cena do MV de  Good Night e do filme O Iluminado)

 

(Cena do MV Good Night e do filme A Bruxa de Blair)

 

Neste MV, além do sobrenatural de espíritos visto no vídeo anterior, entendemos que a história inclui ainda um outro conceito utilizado pelo terror: a bruxaria. E, como no filme, as personagens – Siyeon e Yoohyeon – aparecem em uma floresta espalhando aqueles bonecos de madeira conhecidos justamente pelo clássico dos anos 90. Já em Fly High as referências já são menos literais e evidentes. Na realidade, o que me fez ligar o MV à um filme neste caso foi basicamente a estética e a ideia de colégio para meninas, segredos que ocorrem nesse tipo de instituição… E trata-se de um filme sul-coreano chamado “The Silenced”.

Se você quiser honrar a sua sexta-feira 13, mas não quer deixar o K-Pop de lado, vale dar uma olhada nos filmes citados, mas segue também uma lista com produções com temas similares:

  • 1408
  • American Horror Story: Hotel
  • Atividade Paranormal
  • Penny Dreadful

(Texto: Bea | Montagem de gifs e imagens: Hope)

 

compartilhe este post:
K4US
Postado por
K4US
K4US - Korea For Us. Um portal de opinião e entretenimento, alimentado por um time pesado de kpoppers e dorameirxs, dispostxs a falarem abertamente sobre vários aspectos da cultura coreana.
Arquivado em: Review