24
10
17

A era Wings nos surpreendeu muito, tanto com o conceito quanto com as letras de suas músicas, principalmente porque foi o primeiro álbum que conteve uma música solo de cada integrante. E, como muitos já sabem, os short films lançados como teasers e o MV de Blood Sweat and Tears tiveram fortes referências de um livro chamado “Demian”, do escritor alemão Hermann Hesse. Desde as citações que Rap Monster faz no início de cada short film, podemos notar que a história por trás desse álbum tem sim a ver com o livro.

Mas afinal, de que se trata esse livro? Tentando resumir bem, é a trajetória de Sinclair pela busca do autoconhecimento. Vindo de uma família bastante religiosa (Hermann é você?), Emil era um menino muito ingênuo e sem muitas experiências na vida. Porém, um acontecimento o fez mudar drasticamente sua visão de mundo.

Um certo dia, Sinclair e seus amigos estavam caminhando na rua, quando encontraram um garoto, que o próprio protagonista já não ia muito com a cara: Franz Kromer. Esse menino era o mais pobre da escola e bastante autoritário, e assim que viu o grupo de meninos, os obrigou a catar do lixo coisas que serviriam para ele. Os meninos, com medo, o obedeceram e, assim que terminaram, sentaram junto com o Kromer e começaram a contar histórias de coisas erradas que eles já haviam feito. Só que o Sinclair nunca havia feito nada e, para não ser zuado pelos amigos (principalmente pelo Kromer) resolveu inventar que já havia roubado maçãs.  

(Primeira imagem: cena do short film #2 LIE; Segunda imagem: photoshoot do Jimin para o álbum Wings)

(Gif do short film #2 LIE)

Aqui podemos associar a mordida que o Jimin dá na maçã, como a mordida que Adão e Eva dão no “fruto proibido”. Segundo Deus em Gênesis, o primeiro livro da Bíblia, quem comesse do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal abriria seus olhos ao mundo, estando suscetíveis ao pecado. Sinclair, crescendo em um lar religioso, temia seu erro, pois havia descoberto o pecado ao ter mentido sobre o roubo das maçãs.

(Cena de #2 LIE)

A câmera que aparece filmando Jimin em seu short film dá a impressão que ele está em uma sala sendo interrogado. Se ele mentiu, estaria pecando e sendo julgado.

Acontece que essa “pequena” mentira do roubo das maçãs, acabou se tornando um problemão, porque o Kromer começa a ameaçar Sinclair, dizendo que iria contar para todo mundo que ele era um ladrão. Ingênuo do jeito que era, Sinclair acata à todas as chantagens que Franz fazia, com medo de que sua mentira viesse à tona como uma verdade. A partir daí a vida de Sinclair vira um tormento, pois Kromer o exige dinheiro, ordena favores, chegando até a ter que roubar – dessa vez de verdade – o cofre de sua mãe.

Há uma cena no livro bem característica que podemos começar a associar com os short films: O assobio de Kromer. De tanto Franz chantagear e ameaçar, Sinclair começa a ficar com medo do assobio tão particular do outro.

(Gif do short film #1 BEGIN)

Nessa cena do short film do Jungkook, podemos notar que o mesmo fica assustado após ouvir o assobio do início do vídeo, da mesma forma que o protagonista do livro de Hesse.

Outra cena que claramente nos remete à passagens do livro é a da pintura que aparece em #1 BEGIN:

Em um certo momento da história, Sinclair vai começar a pintar uma certa mulher, Beatrice.

“As primeiras tentativas fracassaram completamente. Quanto mais me esforçava por representar o rosto da moça, a quem eu via de quando em vez na rua, menos conseguia transferir suas feições para o papel. Por fim, renunciei ao intento e comecei a pintar simplesmente um rosto qualquer […].”

Terminada sua pintura, Sinclair começa a tentar decifrar o que ou quem havia representado em tela.

“Saltei da cama, aproximei-me do retrato e pus-me a analisá-lo de perto, cravando os meus olhos nos seus, muito abertos, esverdeados e fixos, um dos quais, o direito, ficara um tanto mais alto que o outro. De repente, aquele olho vibrou, palpitou breve e sutilmente, mas de maneira perceptível, e naquele mover de pálpebra identifiquei por fim o retrato… Como pude custar tanto a reconhecê-lo! Era o rosto de Max Demian.”

Há pessoas que digam que a pintura se parece muito com Taehyung, outras que se parece com Yoongi ou que seria até mesmo um auto retrato.

_________________________________________________________________________

Jungkook + Yoongi

O piano queimando que aparece no short film #1 BEGIN, vai aparecer no #4 FIRST LOVE, onde aparece Yoongi tocando o instrumento, que mais tarde será destruído. O mais interessante são as teorias yaoi que surgiram com essas referências em comum. Primeiro porque no short do Jungkook, ele pega uma pintura que se assemelha bastante com o Yoongi:

Lembram das teorias feitas da era HYYH? Se não, podem vir conferir aqui, pois elas estão todas interligadas. Bem, como citamos naquele texto, o Jungkook sofreu um suposto acidente no MV de “I Need U”, sendo atropelado por um carro. Nesse short film de First Love, Yoongi vaga por uma rua após ouvir um certo assovio (o mesmo que Jungkook ouve).

A segunda teoria surge quando um carro passa por essa rua, atropelando algo ao longe, fazendo Yoongi correr até o local do acidente. Quando chega, a cena que vê é a do carro atingindo o local onde seu piano estava. O primeiro amor do Yoongi seria o piano que foi atropelado, mas Jungkook também foi atropelado… Bem, teorias são teorias. Quem shippa um YoonKook aí? hehe

 

Jimin + Hoseok

Assim como a dupla Jungkook + Yoongi, JiHope se mostra bem forte nesses short films também. Nos MVs da era anterior percebe-se que essas duplas já estavam divididas, mas com a era Wings ficou ainda mais claro.

(Gif do short film #2 LIE)

(Gif do MV de “Run”)

Nessas cenas acima podemos sacar a guerra de travesseiros – fora que tanto no short film quanto em “Run”, Jimin parece estar em um hospital, porém no primeiro está sem Hoseok.

No texto anterior citamos a teoria de que Jimin possa ter tentado cometer suicídio se afogando na banheira. Com #2 LIE a teoria continua como se ele houvesse sido internado após ter tentado se matar. O hospital que ele e Hoseok estariam juntos em “Run” poderia ser psiquiátrica, mas porque ele está sozinho agora?

Em #6 MAMA, Hoseok está dormindo em um quarto completamente vazio e branco, parecendo um quarto de hospício retratado em filmes Assim como nos MVs anteriores, ele se mostra sonolento e com a possível narcolepsia. Outra característica marcante são os comprimidos, que mais uma vez aparecem em abundância – e põe abundância nisso.

(Cena do short film #6 MAMA)

Outra referência fortíssima ao livro “Demian” é o retrato que aparece na última cena do short film do Hoseok:

Notem que a imagem representa uma mulher segurando uma criança. Uma figura de um relacionamento afetivo bem forte e protetor. O mais curioso é o que está escrito no canto inferior direito da figura: Eva

Eva é o nome da mãe de Demian, personagem muito importante da história do livro, pois vai ser a mulher que Sinclair vai não só se apaixonar, mas também depositar seu destino.

 

Taehyung + Namjoon

Em todas as relações anteriores, percebi que todas representavam alguma característica de relacionamento afetivo. Jungkook e Yoongi, uma relação de irmão mais velho e irmão mais novo; Jimin e Hoseok, uma identificação de sentimentos, talvez; a relação de Taehyung e Namjoon, pudemos perceber nos MVs da era HYYH, que era de muita parceria.

Em “Run” e “I Need U”, os dois saíam correndo pelas ruas, pichando muros e acabaram sendo pegos pela polícia. No short film #3 STIGMA não aconteceu diferente. Taehyung, acabou sendo pego vandalizando uma porta. Mas o mais curioso é o que ele estava fazendo.

Cena do short film #6 MAMA)

Vocês repararam no reflexo nos olhos do Hoseok?

(Cena do short film #3 STIGMA)

Pois bem, é no short film do Taehyung que a imagem aparece novamente. Se conseguirmos olhar de perto, ele está escrevendo “Abraxas” com uma chave de fenda. Adivinhem? Abraxas também é citado em “Demian”, pelo próprio, como uma entidade que está entre o Bem e o Mal, comparando ele à alguns seres humanos e suas ações. Acontece que Taehyung também parece que estar entre esse bem e mal, pois ao mesmo tempo que ele mostra sua inocência, ele a perde assim que comete assim que comete o crime, se “expondo ao mundo”. Figurativamente falando, o filhote de cachorro representaria a inocência dele, e após ele ser castigado pelo o que fez, sua inocência vai embora.

“Você está me chamando de pecador?

O que mais eu tenho que dizer?

Me desculpe, me desculpe

Me desculpe, minha irmã

[…]

Por favor, deixe-me ser punido

Por favor, me perdoe pelos meus pecados”

Assim que o policial que está o interrogando pergunta sobre seus pais, Taehyung se vê perdido e aos prantos, então o reflexo em seus olhos mostra a mesma pintura de #6 MAMA:

E logo após uma cena que representa preocupação e proteção. Na matéria anterior, vimos teorias de que essa mulher seria a irmã do Taehyung, mas apesar da aparência mais nova, poderia muito bem ser a mãe dele.

Na mesma forma que em “I Need U”, vemos cenas de violência doméstica e sempre com pessoas relacionadas com o V.

(Primeira imagem: cena do short film #3 STIGMA; Segunda imagem: cena do short film #5 REFLECTION)

A cena final do short de #3 STIGMA é o Taehyung pedindo para fazer uma ligação, mas quando Namjoon tenta atender, não consegue pois a cabine está trancada.

 

Jin

Jin, como sempre, não tem uma dupla. Ele era o que sempre filmava os meninos enquanto se divertiam no “Prologue”, como se soubesse o que já aconteceria com seus amigos. Por ser o mais velho, talvez fosse o que pudesse ter uma consciência maior. Como por exemplo quando ele tem a oportunidade de comer a maçã, mas não o fez.

Seria Jin o lado Bom de Abraxas?

(Cena do short film #AWAKE)

Só há 6 polaroids, cada uma delas poderia representar um membro, tirando o Jin.

“Essa é minha verdade

Serão apenas cortes e contusões

Mas é o meu destino

É o meu destino

Mesmo assim, quero me esforçar e lutar”

A verdade talvez fosse estar fadado a viver com os cortes e contusões devido às perdas de seus amigos. Porém, mesmo assim ele se esforça em permanecer bem.

“‘Você, você realmente está bem?’

Eu respondo que não, estou com tanto medo

Mesmo assim seguro firme as seis flores em minhas mãos

Eu, eu apenas estou seguindo meu caminho”

_________________________________________________________________________

Sei que faltou uma análise mais profunda sobre o MV de “Blood Sweat and Tears”, tanto na versão coreana quanto na japonesa. Mas, infelizmente, nunca conseguimos nos prolongar muito nas teorias e nas conclusões na qual chegamos, pois são muitas! hahahahaha vocês bem sabem disso.

Espero que com essas breves análises e  teorias que ligam a era Wings com o livro “Demian”, vocês puderam ter uma noção da história. Entender tudo isso são outros quinhentos hahahahaha

Na minha opinião como Army, vejo que é uma mensagem que querem nos passar. De como a juventude pode ter tentações, por isso devemos sempre fazer sábias decisões, saber o que é Bom e Mal, sempre com sua relatividade. Cada personagem, interpretados pelos meninos, podem também representar tipos de relacionamentos – como citado mais acima – e até mesmo as questões internas que cada um têm durante os short films. As escolhas que fazemos, casos de violência doméstica, amores perdidos e até doenças estão no nosso dia-a-dia, e cabe a nós amarmos à nós mesmos.

O textão acabou ficando sério, mas não dá pra escrever sobre essas teorias e não acabar se emocionando kkkkkk

Na próxima matéria teremos também análises e teorias sobre o novo álbum “Her: Love Yourself”. Aí sim que o bicho pega, viu?! 

(Texto: Hope)

compartilhe este post:
K4US
Postado por
K4US
K4US - Korea For Us. Um portal de opinião e entretenimento, alimentado por um time pesado de kpoppers e dorameirxs, dispostxs a falarem abertamente sobre vários aspectos da cultura coreana.
Arquivado em: Sem categoria